O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) constatou o recuo de um percentual de 14,8%, frente aos 15,3% registrados no mês anterior da taxa de desemprego nas seis regiões metropolitanas. Foi a primeira queda do indicador em cinco meses.
Com o recuo, o desemprego nas regiões pesquisadas atingiu o menor nível desde os 13,9% verificados em maio.
Segundo o Dieese, o número de desempregados nessas regiões reduziu-se em 112 mil na passagem de maio para junho, resultado da criação de 75 mil vagas e da saída de 38 mil pessoas do mercado de trabalho. Com o recuo, o número de desempregados foi estimado em 2,984 milhões de pessoas.
Com a alta de 75 mil pessoas no total de ocupados, o número total foi estimado em 17,171 milhões, resultado numa alta de 0,4% no nível de ocupação ? a terceira alta mensal consecutiva. Houve criação de vagas no comércio (80 mil), serviços (22 mil) e outros setores (7 mil). A indústria (-25 mil) e a construção civil (-9 mil) fecharam postos de trabalho.

print
Comentários