Em visita à capital mineira, a presidente Dilma Rousseff anunciou investimentos na ordem de R$ 2,86 bilhões, dentro do orçamento do governo federal, para ampliação do metrô de Belo Horizonte e melhoria nas obras destinas à Copa do Mundo de 2014. Estão previstas a modernização da linha 1 do metrô e a criação de mais duas linhas, que vão beneficiar vários municípios da região metropolitana de BH, dentre eles, Contagem, Santa Luzia, Ribeirão das Neves, Sabará, Sarzedo, Vespasiano e Ibirité.
Segundo o prefeito Márcio Lacerda, as obras do metrô não ficarão prontas antes da Copa, exceto a modernização da linha 1, que vai da estação Vilarinho até a do bairro Eldorado, em Contagem. Ele informou também que este é um projeto para ser feito, no mínimo, em um prazo de cinco anos. Com criação das linhas 2 e 3 que irão atender, respectivamente, do bairro Calafate ao Barreiro e da Savassi até a Lagoinha, a expectativa é de que capacidade do metrô aumente para 900 mil usuários por dia.
Dilma afirmou estar satisfeita com o andamento das obras do estádio Governador Magalhães Pinto e também com a construção do novo viaduto na Avenida Abraão Caram.
A presidente também elogiou a presença de Pelé no evento. ?Me sinto honrada em participar de um evento mil. Nada melhor que a presença do rei Pelé para nos abrilhantar ainda mais. Vamos reformar o metrô e criar novas linhas na região metropolitana. O Mineirão vai ficar lindo. Vi também obras na Av. Antônio Carlos. O viaduto que dá acesso ao estádio está ficando ótimo. Vamos trabalhar e a Copa é uma realidade?, disse.
Após cumprir agenda na prefeitura de Belo Horizonte, a presidente Dilma segue para base militar no Aeroporto da Pampulha, onde embarcará de volta para Brasília.

Imprimir
Comentários