A presidente Dilma Rousseff ficará duas semanas longe de Brasília descansando em uma praia na região de Salvador, na Bahia. A ideia é viajar no dia 26 deste mês e ficar até 10 de janeiro, em uma praia reservada. Depois de eleita, em 2010, ela escolheu Itacaré, na Bahia, para descansar. Antes de sair de Brasília, no dia 21, Dilma fará a reunião de confraternização com os ministros e os líderes da base aliada.
No entanto, a presidente ainda tem uma agenda internacional para cumprir na próxima terça (20). Ela participa da reunião do Mercosul, em Montevidéu, no Uruguai. Para Dilma, os países da América do Sul devem ser tratados como prioridade.
Nas reuniões que participa com as autoridades da América Latina, Dilma costuma reiterar que é fundamental unir esforços para implementar ações que melhorem o quadro social e de infraestrutura dos países vizinhos. No primeiro semestre, Dilma foi à Argentina, ao Peru, Paraguai e Uruguai. No último fim de semana, ela esteve em Buenos Aires para a cerimônia de posse da presidente argentina, Cristina Kirchner.
No Carnaval deste ano, em março, Dilma escolheu a Praia de Barreira do Inferno, no Rio Grande do Norte, para descansar com a família ? a filha Paula e o neto Gabriel. A presidente conseguiu manter sua privacidade. No período em que passou no Rio Grande do Norte, ela não teve agenda oficial.
Na sua passagem pelo Rio Grande do Norte, Dilma participou da soltura de 100 filhotes de tartarugas marinhas acompanhada por pesquisadores do Projeto Tamar. Ela também assistiu às apresentações relativas aos projetos desenvolvidos no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, vinculado ao Programa Espacial Brasileiro, como o que se refere ao Veículo Lançador de Satélites (VLS).

Imprimir