Com 58,45% dos votos válidos, a candidata Dilma Roussef (PT) foi a vencedora do segundo turno presidencial em Minas Gerais, alcançando 6.220.125 votos. José Serra (PSDB) teve 4.422.294, representando 41,55 % dos votos válidos. O índice de abstenção ficou em 20,98%, dentro da média histórica para o segundo turno presidencial no Estado. Os votos em branco foram 297.028 (2,59%) e nulos 529.422 (4,62%).
A totalização foi encerrada pelo TRE-MG à meia-noite e 23 minutos desta segunda-feira (1º), com a transmissão das últimas urnas da cidade de Pintópolis (Zona Eleitoral de São Francisco, no Norte do Estado), mas às 23 horas de domingo 99,99% das urnas já estavam totalizadas. Exatas 193 urnas eletrônicas foram substituídas por equipamentos reserva e apenas uma urna, da cidade de Guaxupé, foi substituída pela votação através de cédula.
A totalização em Belo Horizonte foi encerrada pouco depois das 20 horas, com a vitória do candidato José Serra, que obteve 662.232 votos (50,39% dos válidos). Dilma Roussef teve na Capital 651.989 votos, correspondendo a 49,61%. A abstenção foi menor que a média do Estado: 19,58%.
Justificativa
Quem não votou e não justificou sua ausência neste domingo tem até o dia 30 de dezembro para procurar um cartório eleitoral e apresentar sua justificativa. No caso da ausência no primeiro turno, o prazo termina no dia 2 de dezembro. Os cartórios funcionarão nesta segunda, na Capital (de 8 às 17 horas) e no interior (de 12 às 18 h), mas não atenderão no feriado desta terça-feira, dia 2 de novembro.
Também o Disque-Eleitor, (31) 3291-0004, estará à disposição dos eleitores nesta segunda-feira, de 7 às 19 horas, mas não funcionará no dia 2 de novembro. Neste domingo, foram recebidas 2.167 ligações e, no sábado, 275 eleitores foram atendidos, pela manhã e à tarde.

print
Comentários