Um diplomata brasileiro enviado aos Estados Unidos para planejar a viagem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para Covid-19 no sábado (18), segundo revelou a CNN.

Ele havia tomado apenas a primeira dose da vacina e esteve em contato com pelo menos 30 pessoas, dentre funcionários da diplomacia brasileira em Nova York e estrangeiros.

O presidente chegou aos EUA nesse domingo (19) para participar da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e discursa nesta terça-feira (21). Bolsonaro ainda não tomou a vacina contra o novo coronavírus e está hospedado no mesmo hotel que o diplomata.

Segundo a CNN, o Itamaraty está tratando o assunto com reserva, já que o jovem teve contato com integrantes de outros países. O órgão está rastreando por onde ele passou nos Estados Unidos para poder informar as autoridades americanas.

Tanto o Itamaraty como a Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto (Secom) ainda não se manifestaram.

Fonte: Estado de Minas

print
Comentários