Com a não aprovação da nova estrutura administrativa da Prefeitura, o setor de Licitação, por exemplo, está impossibilitado de fazer qualquer processo licitatório; no caso da realização do Carnaval em Formiga, o prazo limite é até quarta-feira (13). Caso contrário, os gastos como palco, iluminação e aparelhagem ficarão comprometidos.
Outro fator em risco é a compra de medicamentos para a farmácia municipal. O orçamento é de R$150 mil, além de medicamentos e análises laboratoriais. O transporte e a merenda escolar também estão correndo risco, o prazo limite para que se resolva a situação é até sexta-feira (15), caso contrário, os alunos da rede municipal ficaram prejudicados na volta às aulas.
Ainda segundo informações da Secretaria de Comunicação, a Secretaria de Desenvolvimento Humano também já enfrenta problemas como a distribuição de cestas básicas. O dono do imóvel que funciona a sede da pasta deu um prazo de 30 dias para desocuparem o local. Esse prazo já está correndo e a secretaria já tem outro lugar para instalar sua sede, porém, não pode assinar o contrato. O Conselho Tutelar, que também está vinculado à secretaria, está comprometido.

Imprimir
Comentários