Dois funcionários dos Correios foram presos em flagrante, nesta quinta-feira (30), quando se preparavam para queimar correspondências de moradores de Teutônia (RS) que eles desviaram nesta semana.
Segundo Antonio Scussel, comandante da Brigada Militar de Lajeado, responsável pela prisão da dupla, a gerência dos Correios na região já havia percebido a ação irregular dos funcionários e informado aos policiais.
A empresa já tinha detectado que os dois funcionários tinham ido várias vezes a uma siderurgia, onde usavam o forno para queimar as correspondências desviadas e violadas, disse Scussel.
Os dois foram levados para a delegacia da Polícia Federal em Lajeado, onde foram indiciados pelos crimes de peculato, violação de correspondências e tentativa de inutilização de documentos.
Segundo a corporação, há suspeitas de que os dois tenham desviado e lido cerca de 14 mil cartas na cidade. Entre elas estão documentos de veículos, contas, boletos bancários e até correspondências internacionais, disse o comandante.

Imprimir
Comentários