Dois homens, um de 30 anos e o outro de 32, foram presos na madrugada desta quarta-feira (15), na BR-354 por porte ilegal de arma de fogo e caça predatória. Com eles foram apreendidos um revólver calibre 32, 4 munições intactas, um facão e uma capivara que havia sido abatida.
A prisão ocorreu durante operação conjunta da Polícia Militar Rodoviária Estadual com a Polícia Militar de Arcos, quando os policiais visualizaram uma motocicleta ocupada por duas pessoas, sendo que o condutor, ao notar a presença das viaturas policiais, reduziu a velocidade e, neste momento, o passageiro dispensou um objeto às margens da rodovia.
Durante a abordagem, apos serem procedidas buscas pessoais nos dois suspeitos, nada de ilegal foi encontrado. Ao verificar o objeto que o passageiro havia dispensado, policiais constataram que se tratava de uma capivara, já morta e embalada em um saco plástico, a qual aparentava ter sido abatida ha poucas horas.
Questionado, um dos homens relatou que tinha conhecimento que no povoado da Barra do Melo, próximo a uma lagoa, haviam capivaras, que foi até o local e matou a capivara, utilizando uma espingarda calibre 22.
Ele contou ainda, que guardou no sítio de um amigo a espingarda utilizada no crime. Na residência do homem foi encontrado, dentro de uma sapateira, um revólver calibre 22, contendo quatro munições intactas do mesmo calibre.
No sítio, ninguém foi localizado e a espingarda também não foi encontrada. Foi dada voz de prisão em flagrante delito aos dois suspeitos, que foram conduzidos ate o quartel de Arcos, para registro da ocorrência e logo após, encaminhados para a Delegacia de Plantão, em Formiga, juntamente com a arma de fogo, a capivara abatida e os demais materiais apreendidos.
A motocicleta utilizada no transporte do animal foi apreendida e removida para o pátio do guincho credenciado.

Imprimir
Comentários