da redação – Últimas Notícias

Um homem e um jovem foram assassinados na comunidade de Frazões, zona rural de Formiga, nesse fim de semana.

De acordo com informações da Polícia Civil, o filho do proprietário da fazenda Cerradão, ouvido como testemunha, relatou que a vítima Irineu da Cruz havia dito que iria passar a noite de sexta-feira (5) na casa do menor de idade, de 17 anos, Bruno Cardoso (também empregado da Fazenda) onde eles iriam fazer um macarrão. Porém, na manhã de sábado (6), Irineu não compareceu ao trabalho, segundo o relato.

Quando Bruno chegou na fazenda, foi indagado pelo proprietário sobre as possíveis razões que justificassem a  ausência do colega de trabalho. Bruno apenas disse que Irineu Cunha havia deixado sua casa na noite anterior.

Insatisfeito com as explicações, o dono da fazenda e outras pessoas começaram a procurar por Irineu.

Já na noite de sábado, o dono da fazenda e Bruno foram até um bar. O patrão ficou desconfiado de Bruno e passou a monitorar os passos do jovem. Em determinado momento, viu Bruno arrastando um objeto e ao se aproximar, percebeu que se tratava do corpo de Irineu já sem vida.

O dono da fazenda perseguiu Bruno, amarrou-o e segundo a testemunha e conforme consta do Reds, o matou, provavelmente, por asfixia. Logo após, o dono da fazenda contou o ocorrido para o filho dele  fugindo em seguida.

A perícia técnica compareceu no local e liberou os corpos após os trabalhos. Foi constatado que Irineu levou uma pancada no lado direito do rosto. Bruno estava com as mãos e o pescoço amarrados com um cinto e uma corda. No bolso de Bruno foram encontrados R$6.750.

Presume-se que a quantia pertencia a Irineu, pois de acordo com relatos de familiares, ele tinha por hábito portar sempre grande quantidade de dinheiro.

Segundo apurado, o Reds lavrado pelo PM foi transmitido às 14h50 de domingo (7).

As informações acima foram obtidas pela redação junto à Polícia Civil, de vez que a PM, apesar de haver confirmado o homicídio, como de costume, pelo grupo Releases 63º Batalhão , às 11h5 desta segunda-feira (8), informou que no primeiro momento em que houvesse condições, completaria as informações solicitadas pelos órgãos de imprensa.

Os fatos com versões diferentes circularam nas redes sociais por toda a tarde de domingo, razão pela qual o portal optou por aguardar as informações de fonte mais segura para noticiá-las.

 

Fonte: Polícia Civil||

Imprimir

Comentários