A competência, dedicação, retidão de conduta, liderança, destemor e uma folha irreparável de bons serviços prestados à Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, certamente são qualidades e constatações que influíram na decisão da Corregedoria Geral de Polícia que fez a indicação, logo aceita pelo superintendente de investigações e Polícia Judiciária, Dr. Jeferson Botelho Pereira, e que no sábado (6), culminou com a nomeação do Dr. Ricardo Augusto de Bessas para exercer o cargo de delegado regional.
Agora, é ele o responsável direto pela coordenação e direção das ações da Polícia Civil nas cidades de Formiga, Arcos, Bambuí, Córrego Fundo, Medeiros, Tapiraí, Iguatama, Pains, São Sebastião do Oeste, Camacho, Itapecerica, Pimenta, pertencentes a Regional sediada em Formiga, em substituição ao delegado Edilberto Tadeu Rodrigues.
Ricardo é delegado de Polícia Civil há 11 anos e por sua reconhecida capacidade e grande conhecimento da matéria, também atua como professor de direito processual penal, no Unifor.
Lotado em Formiga, por pouco mais de dez anos, atuou em todas as delegacias aqui existentes, tendo deixado sua marca de bons serviços prestados, o que, certamente, pesou para que sua escolha e promoção, agora ocorressem.
Apesar da exiguidade do tempo que separa sua nomeação da data de hoje, ( menos de dois dias úteis), ele já promoveu uma série de determinações administrativas que segundo ele, resultarão numa maior eficiência no atendimento da população, que demanda serviços da área de segurança pública. Dentre estas medidas tomadas preliminarmente, anotamos:
1 – transferência da Dra. Maria Eduarda Lobato, da Delegacia da Mulher para a Coordenadoria de Trânsito, onde se pretende facilitar e incentivar o acesso do público que demanda àqueles serviços, sem que haja necessidade de se recorrer a ajuda de despachantes. Isto certamente representará uma redução importante nos custos para aqueles de menor renda.
2 ? Remanejamento no quadro de funcionários lotados no Setor de Vistorias.
3 ? Chegada de mais dois examinadores para reforçarem o quadro da banca que atende a toda a região.
Para a Delegacia de Crimes contra o Patrimônio, vieram para Formiga dois novos delegados, recém aprovados em concurso público. São eles: Drs. Danilo César Basílio Souza e Vivaldi Ferreira Júnior.
A delegacia que cuida das questões relativas ao tráfico e distribuição de drogas continuará sob a batuta do Dr. Ricardo de Bessas que já anuncia para breve, uma intensificação nas ações daquela especializada. É importante ressaltar aqui, que nos últimos anos, a quantidade de drogas apreendidas e o número das prisões efetuadas com o desmantelamento de quadrilhas que atuavam ?no ramo?, foram bastante significativos.
Dra. Luciana de Sousa cuidará dos Crimes contra Mulheres e Dr. Jobert José da Silva Leite dos Crimes contra a Pessoa.
A nova chefe do cartório é Carla Giovana Cruz e na chefia da inspetoria foi mantido o inspetor Arnaldo Pereira da Costa
Dr. Ricardo acredita que com o remanejamento de pessoal havido, de início pode ocorrer alguma dificuldade, natural nesses casos, no desempenho das novas funções. Mas, pela qualificação e experiência do quadro funcional, ele acredita que em pouquíssimo tempo tudo fluirá com normalidade e o atendimento ao público terá sido beneficiado.
Segundo o delegado, o combate a criminalidade será constante e apesar da equipe ainda se mostrar reduzida no que toca ao número de pessoal disponibilizado e da existência de algumas barreiras administrativas, em breve isto se resolverá, pois, ele já busca outras formas para reforçar o quadro com profissionais de reconhecida eficiência e de grande capacidade para prestarem bons serviços a sociedade.
As parcerias e o respeito com os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, certamente serão mantidas e Dr. Ricardo anuncia para breve a mudança da regional para as novas instalações, em fase final de adaptação, nas imediações do Unifor, no antigo Hotel Talita.

print
Comentários