Atualmente, é bem fácil evitar pagar taxas como manutenção da conta e de transferências, como TED e DOC — imagine o quanto você não pode economizar deixando de pagar essas tarifas. Veja algumas contas de bancos confiáveis que não cobram taxa de manutenção:

1. Banco Inter

Um dos mais populares — e antes chamado de Intermedium —, o Inter existe desde 1994, mas se modernizou bem para atender às demandas dos últimos anos. A conta do Inter é não tem praticamente nenhuma tarifa e vem com um cartão de débito da MasterCard para compras e saque em caixas da rede 24h.

O legal é que você pode transferir o seu dinheiro para o Inter sem pagar taxas por meio do pagamento de um boleto. Você digita o valor no app, estipula o vencimento e pode pagar da forma que preferir.

O Inter também oferece alguns investimentos, como CDB, LCI e LCA, além de um cartão de crédito (mediante a análise) que não tem anuidade. O banco também faz recarga de celular, empréstimos e aceita depósito por cheque (digitalizado).

Além disso, há a Conta Digital Pro, voltada para empresas, que também não tem tarifas, mas não aceita o cadastro de Microempreendedor Individual (MEI). Baixe o app do Inter no Android ou iOS.

2. Banco Next

Basicamente, o Next é um banco subsidiado pelo Bradesco, mas que tenta atrair o público jovem e interessados em contas digitais. Recentemente, ele lançou uma conta corrente sem tarifas e passou a ficar bem mais interessante.

 

O plano básico do Next dá acesso a 1 TED/DOC por mês, saques ilimitados, cartão de crédito Visa Internacional sem anuidade (por enquanto) e assistência viagem. Além disso, ele tem recursos legais como o Flow, Vaquinha, Objetivo e Mimos.

Este último é mais interessante: só pelo fato de ter uma conta no Next, você consegue desconto de R$ 20 no Uber, 5% no Airbnb, 50% no Cinemark e em diversos outros serviços.

3. Banco Neon

Outro bem conhecido, o Neon também tem uma conta digital gratuita mais um cartão Visa na função débito. Teoricamente, também há um cartão de crédito, mas ele é apenas virtual e o valor da compra é debitado na hora da sua conta. Ou seja, é como um cartão de débito para fazer compras na internet.

As tarifas do Neon estão disponíveis nesta página. Basicamente, não há tarifa de manutenção ou anuidade, e o 1º saque, transferência para outro banco e depósito por boleto de cada mês são isentos de taxa. Depois, as tarifas são essas:

  • transferências para outros bancos: R$3,50;
  • saques na rede 24h: R$6,90;
  • depósitos por boleto: R$2,90.

O Neon também está disponível para Android ou iOS.

4. Nubank (NuConta)

Basicamente, ela é uma conta de pagamento que faz o seu saldo render a uma taxa bem próxima à da Selic. Como o próprio Nubank explica, “o dinheiro depositado fica separado do patrimônio do Nubank e só pode ser usado para aplicações em Títulos Públicos Federais”.

Você pode fazer transferências a partir da NuConta sem pagar nada, e também dá para pagar boletos de cobrança (sem IPVA ou IPTU, no entanto). E, claro, tem como pagar a fatura do seu cartão Nubank (e o app reconhece praticamente na hora).

Por enquanto, é só isso. Você não tem um cartão de débito, não consegue sacar dinheiro (só pelo crédito, mas há IOF) ou agendar transferências, por exemplo. No geral, a NuConta ainda está bem incompleta para ser sua conta principal, mas é uma boa segunda opção, até para reserva de emergência.

A boa notícia é que não precisa ter um cartão Nubank para usar a NuConta. Você pode solicitar a sua nesta página e baixar o app do Nubank para Android ou iOS.

5. Agibank

Outra opção, mais próxima ao Banco Inter, é o Agibank, que tem uma conta corrente digital que dá acesso a empréstimos, seguros, consórcios e investimentos. A conta vem com um cartão de crédito e débito.

Não há tarifa de manutenção, mas saques, transferências, depósito por boleto e o cartão de crédito são isentos por um determinado tempo. Esses são os valores que entram em vigor a partir de junho:

  • saque nas redes 24h: 2 saques por mês (depois R$6,49 por saque);
  • transferências: 4 TEDs por mês (depois R$1,90 por TED);
  • boletos liquidados: 4 boletos por mês (depois R$2,99 por boleto);
  • cartão de crédito: mensalidade isenta no primeiro ano (depois R$ 12,99). Se você gastar 50% do limite no mês, ter fatura maior ou igual a R$ 500 e investir no mínimo R$5 mil com o Agibank, consegue manter a isenção.

Um diferencial legal do Agibank é que eles oferecem conta jurídica (inclusive para MEI) sem taxa de manutenção e você paga pelos serviços que usar. Baixe o app do Agibank para Android e iOS.

6. Sofisa Direto

Também parecido com o Inter, o Sofisa Direto tem uma conta digital totalmente gratuita, sem taxa de manutenção, saque ou TED/DOC. Ele oferece um cartão de crédito MasterCard que debita o valor direto da sua conta, como no Neon.

O Sofisa Direto não oferece depósito por boleto (apenas TED/DOC) e limita o saque para quatro operações por mês. O banco também oferece o pagamento e agendamento de boletos, além de ter uma seção de investimentos que é até atrativa, com CDBs que rendem 100% do CDI e têm liquidez diária.

Como o Sofisa Direto faz parte do Bando Sofisa S.A. (especializado em crédito para empresas de pequeno e médio porte), ele também faz empréstimos para os usuários. Baixe o app do Sofisa Direto para Android e iOS.

E os bancos tradicionais

Alguns bancos tradicionais também oferecem contas digitais, como o Banco do Brasil e a Caixa com a Conta Fácil, mas a movimentação é limitada a R$5 mil ou R$3 mil por mês e os saques (a partir do quinto) e transferências para outros bancos são pagos, então acaba não valendo a pena.

IMPRIMIR

Fonte:

Tecnoblog