No final do mês de setembro, o ex-aluno do curso de Ciência da Computação do UNIFOR-MG, Juvêncio Geraldo de Moura, recebeu o título de mestre em Modelagem Matemática e Computacional pelo CEFET-MG (Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais).

O curso teve início em abril de 2007 e foi desenvolvido com o apoio de uma bolsa de estudos cedida pelo CEFET-MG. O projeto foi feito através do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional (Mestrado em Modelagem Matemática e Computacional) e linha de pesquisa em Sistemas Inteligentes.

Pesquisa
O trabalho, intitulado ?Uso de Algoritmos Evolutivos Híbridos em Problemas de Otimização Estrutural de Treliças?, teve como objetivo minimizar o peso de uma treliça (utilizada em pontes, estádios de futebol, ginásios cobertos, viadutos), por meio do dimensionamento dos elementos estruturais. De acordo com Juvêncio, ?foi proposto o desenvolvimento de um Algoritmo Evolutivo Híbrido (AEH), para a solução do problema de otimização estrutural de treliças planas. O objetivo era contribuir para a melhoria nos projetos de construção de treliças, por meio da análise de comportamento do AEH e dos resultados alcançados?, explica.

O professor fala sobre os obstáculos vencidos durante o desenvolvimento da dissertação. ?Fazer mestrado não é fácil. É necessário ter disciplina para estudar e receber apoio dos professores, família, namorada e amigos. O inglês é fundamental, pois a maioria dos artigos, dissertações e teses utilizados são escritos nessa língua. A bagagem de conhecimento adquirida durante o mestrado é muito grande. Sem dúvida, o curso possibilita um grande crescimento pessoal e profissional?, conta.

Banca examinadora
A banca examinadora foi composta pelos professores: Prof. Dr. Gray Farias Moita (orientador); Prof. Dr. Sérgio Ricardo de Souza (co-orientador); Prof. Dr. Moacir Felizardo de França Filho; e Prof. Dr. Paulo César Mappa. Todos docentes do CEFET-MG.

Formação
Juvêncio é graduado em Ciência da Computação pelo UNIFOR-MG; possui especialização em Redes de Computadores pelo UNIS-MG (Centro Universitário do Sul de Minas); foi professor e coordenador do antigo Centro de Informática da Prefeitura de Formiga/MG; lecionou no IFMG (Instituo Federal de Minas Gerais) ? Bambuí-MG; no curso de Ciência da Computação do UNIFOR-MG; e no curso de Análise de Sistemas da UNIPAC (Universidade Presidente Antônio Carlos) – Campo Belo. Além disso, participou do projeto de implantação do Curso Técnico Semi-Presencial em Informática, do Instituto Modal, em Belo Horizonte/MG. Atualmente, leciona nessa instituição, nos cursos de Técnico em Higiene Dental e Prótese Dental.

Palavra do coordenador
Para o coordenador de Ciência da Computação do UNIFOR-MG, Prof. Alexandre Magno, saber que mais um egresso do curso tornou-se mestre, significa que excelentes profissionais têm se formado no Centro Universitário. ?Saber que mais um ex-aluno de Ciência da Computação se destaca e continua na área de pesquisa, em uma Instituição Federal, confirma a qualidade e a preparação que nosso curso oferece. A forte ênfase no uso de laboratórios para capacitação no projeto e na construção de software e no projeto de hardware é um diferencial para os egressos de Ciência da Computação. Assim, os alunos podem continuar suas atividades na pesquisa, promovendo o desenvolvimento científico ou aplicando os conhecimentos científicos e promovendo o desenvolvimento tecnológico. Lembrando que, ao finalizar o curso, o aluno pode optar por diferentes sub-áreas de atuação no mercado de trabalho, sendo, algumas dessas: gerência de redes de computadores, análise e projeto de sistemas computacionais, gerência de banco de dados, desenvolvimento de hardware, robótica, análise de sistemas, desenvolvimento de sistemas, pesquisa acadêmica, entre outras?, diz.

print
Comentários