A chuva forte e contínua que vem castigando Minas Gerais nos últimos dias acendeu um alerta. Pelo menos 25 municípios do Estado, incluindo Belo Horizonte, foram afetados pelos temporais de sábado (16) para domingo (17), de acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). A situação tende a piorar, já que a previsão da meteorologia para os próximos quatro dias é de mais chuva, com a expectativa de pelo menos 100 mm, em todo o Estado.

A região mais atingida foi o Sul de Minas, onde pelo menos 21 municípios e um distrito estão convivendo com os danos provocados pela chuva. A situação é grave em Itamonte, que decretou situação de emergência nesse domingo (17), após o rio Capivari, que corta a cidade, transbordar e invadir centenas de casas, além de lojas e indústrias, deixando pelo menos 2.000 famílias desabrigadas ou desalojadas.

Diante da situação, o município foi o terceiro do Estado a tomar a medida durante o atual período chuvoso, seguindo o exemplo de Itanhomi e Palma, que haviam decretado emergência em dezembro do ano passado por conta de alagamentos. “A situação é crítica, muitas casas foram atingidas. Neste momento, estamos fazendo o cadastro das famílias que estão desabrigadas”, disse Mariana Filadelfo, assistente social da Defesa Civil da cidade.

Além dos atingidos em Itamonte, cerca de outras 390 famílias ainda estavam desalojadas e outras 140 estavam desabrigadas na região, nesse  domingo. “É difícil dar um número exato hoje (ontem), já que muitas prefeituras são pequenas, e o contato com elas é mais difícil nos fins de semana”, avaliou o tenente-coronel Ronilson Caldeira, secretário executivo da Cedec.

“Além disso, como as chuvas diminuíram um pouco ontem, algumas pessoas começaram a voltar para as suas casas em cidades como Além Paraíba”, explicou. Em São Lourenço, também no Sul de Minas, 50 famílias estão desalojadas. A cidade não teve chuvas durante o fim de semana, mas amanheceu alagada por causa da água que veio de Itanhandu, Itamonte e Pouso Alto, na mesma região, e fez o rio transbordar.

A chuva que atingiu Belo Horizonte e a região metropolitana durante todo o domingo também provocou deslizamentos de terra, desabamentos, inundações de casas, queda de árvores, entre outros desastres ontem.

 

Contraste

Enquanto a chuva é intensa em algumas regiões de Minas, outras têm sofrido com a falta dela. No Estado, conforme lista da Cedec, 129 municípios declararam situação de emergência por causa da estiagem, sendo sete só nesse ano.

 

Fonte: O Tempo||http://www.otempo.com.br/cidades/em-24-horas-chuvas-causaram-estrago-em-ao-menos-25-cidades-1.1214014
G1||

Imprimir

Comentários