Dois homens, de 31 e 46 anos, e uma mulher de 35, foram presos nessa sexta-feira (27), suspeitos de homicídio e tentativa de homicídio. A prisão ocorreu após o cumprimento de mandados de busca e apreensão realizados em Arcos e em São José da Lapa, região metropolitana da capital. Os três são suspeitos de agirem juntos.


Segundo informações da Polícia Civil, o trio é investigado pela morte de um jovem de 20 anos. A Polícia contou que o crime foi registrado no Bairro Santa Efigênia, na Rua Campo Belo, no dia 23 de fevereiro.


Segundo o delegado Elmer Flávio, os suspeitos de 31 e 35 anos são irmãos e o outro homem é o namorado da mulher. Eles discutiram com o jovem e com o amigo dele, de 43 anos, por causa de uma bicicleta. O jovem foi morto com golpes de barra de ferro na cabeça, por volta das 16h, no meio da rua.


“O jovem de 20 anos e o amigo dele de 43 anos foram até a casa onde os investigados estavam para cobrar uma bicicleta que o homem, amigo da vítima, havia emprestado para o irmão de um dos suspeitos. Ele é usuário de drogas e acabou vendendo a bicicleta. Na tentativa de ter o bem de volta, os dois amigos foram juntos tentar reaver a bicicleta, momento em que começou a discussão”, detalhou o delegado.


A Polícia contou que durante a discussão que ocorreu na rua, os três investigados agrediram o jovem, sendo que um deles segurou a vítima e o outro desferiu os golpes. Em seguida, o suspeito de 31 anos, com a intenção de matar, foi atrás do homem de 43 anos e também o agrediu. Contudo, pessoas que estavam próximas impediram que o suspeito continuasse as agressões.


Logo em seguida, o investigado de 31 anos, continuou a golpear o jovem que estava caído no chão agonizando. Posteriormente, entrou no carro, engatou a marcha ré e tentou passar por cima da vítima. Ele não conseguiu porque acabou batendo na calçada.


Prisão
Dois investigados, sendo o homem de 46 anos e a mulher, foram presos na cidade de Arcos e um investigado foi preso na cidade de São José da Lapa, região metropolitana de Belo Horizonte.


O investigado de 31 anos de idade vai responder pelo crime de homicídio qualificado e pelo crime de tentativa de homicídio qualificado. O investigado de 46 anos e a investigada de 35 irão responder pelo crime de homicídio qualificado. O crime de homicídio qualificado tem pena de 12 a 30 anos de reclusão, em caso de condenação.


Todos os suspeitos estão à disposição da Justiça local.

Fonte: G1

Imprimir
Comentários