Um menino de três anos morreu atropelado pelo próprio pai na tarde desse domingo (22) enquanto ele manobrava o carro dentro da garagem do prédio onde viviam, no bairro Paquetá, na região da Pampulha.

A criança foi levada para o Hospital Odilon Behrens, porém não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Polícia Militar o pai havia saído do condomínio, onde estava tendo um almoço de família, para buscar algumas mesas em outro local. Ao voltar, deixou os objetos no estacionamento e foi guardar a caminhonete. Naquela hora, alguns familiares deram falta do garoto, que estava brincando com um balão, e até gesticularam para o pai, que guardava o carro. Ele não percebeu, pois os vidros têm uma película escura. 

Momentos depois, sentiu o impacto, desceu do veículo e encontrou o filho já no chão, com sangramento e escoriações. O irmão também presenciou o ocorrido e contou à PM que o pai ficou desesperado, correndo por todos os lados e gritando bastante. Os dois chegaram a ligar para o Samu e, conforme relatado aos militares, ficaram irritados com muitas perguntas feitas pelos atendentes. Foi quando decidiram levar a criança para o hospital.

No caminho, encontraram uma viatura da polícia na avenida Pedro II, que levou filho e o pai para o hospital Odilon Behrens, pois, ele também ficou alterado e precisou de atendimento médico. 

O local onde aconteceu o acidente foi interditado e agentes da Polícia Civil fizeram perícia. Câmeras de segurança, do circuito interno, também mostraram o ocorrido e confirmaram as versões do pai e do irmão. 

Por meio de nota, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que “foi instaurada diligência preliminar para apurar o fato. A ocorrência ficará na Delegacia Especializada de Acidentes de Veículos (DEAV)”.

 

 

 

Fonte: Hoje em Dia ||
Imprimir
Comentários