Depois de duas derrotas consecutivas longe de Belo Horizonte, o Atlético volta ao Independência para tentar retomar o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira (25), às 21h, no Horto, o Galo recebe o Paraná, que está na zona de rebaixamento, em busca de reabilitação na Série A.

O Alvinegro vem de atuações distintas desde a volta do Campeonato Brasileiro. No jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre, uma atuação ruim. A equipe mostrou muito desentrosamento e acabou derrotada facilmente por 2 a 0. Já nesse domingo, contra o Palmeiras, a equipe teve uma boa performance, mas, por falhas individuais, perdeu por 3 a 2.

O Atlético busca voltar ao grupo dos quatro primeiros do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro é o 5º, com 23 pontos, sete a menos que o líder Flamengo. Já o Paraná está na zona de rebaixamento, ocupando a 18ª posição, com 13 pontos.

Na última parcial de ingressos divulgada pelo Atlético, mais de 14 mil foram adquiridos pela torcida alvinegra. A venda segue nesta quarta-feira, nos postos tradicionais e também no estádio Independência.

Atlético

O Alvinegro, que ainda busca um melhor entrosamento de suas novas peças, terá mudanças para enfrentar o Paraná. A primeira será na defesa, a segunda mais vazada do Campeonato Brasileiro. O capitão Leonardo Silva volta ao time após ficar 45 dias afastado. A última partida dele foi em 10 de junho, quando o Atlético derrotou o Fluminense por 5 a 2, no Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro, inclusive, marcou um dos gols do time alvinegro.

Sem Bremer, que foi vendido ao Torino durante a pausa para a Copa do Mundo, o Atlético vinha jogando com Gabriel e Juninho. O primeiro será mantido no time, enquanto o segundo será sacado após cometer falhas graves na derrota para o Palmeiras. Leonardo Silva comentou o que deve ser feito para que a defesa melhore seus números no Campeonato Brasileiro.

“O que dá para fazer de imediato é ter muita atenção, se desdobrar bastante para que todos estejam atentos os 90 minutos para não dar oportunidade ao adversário. Eu vou contribuir da melhor maneira para ajudar a equipe do Atlético a sofrer menos gols. Com a ajuda de todos vamos conseguir fazer isso. É uma ideia que temos que ter. Para conquista de título, como disse, cada peça tem a sua parcela de contribuição, desde um passe simples até um gol decisivo. Essa é a construção que estamos passando novamente para que todos possam dar o seu melhor individualmente, para minimizar qualquer tipo de adversidade e fazer o melhor para o Atlético se defender bem”, disse.

As outras mudanças são no meio-campo. Matheus Galdezani, que foi expulso, e Luan, que levou o terceiro cartão amarelo, estão fora do jogo contra o Paraná. Com isso, Thiago Larghi aposta em um time mais ofensivo, com as entradas do uruguaio David Terans, centralizado, e do argentino Tomás Andrade, pelo lado esquerdo.

Paraná

O Paraná não poderá contar com o atacante Carlos, que foi emprestado pelo Atlético e não poderá enfrentar o Alvinegro. A dúvida está na volta do zagueiro Rayan, que cumpriu suspensão no último domingo, contra o América. Se ele jogar, Igor será o lateral-esquerdo e Mansur, que também pertence ao Atlético, ficará no banco de reservas.

(Foto: divulgação Edesio Ferreira)

 

Fonte: Super Esportes||

Imprimir

Comentários