Não faltou emoção no Independência, na tarde desse domingo (4). Em um clássico bastante movimentado, o Cruzeiro venceu o América por 2 a 1, e empurrou o rival para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.
Os gols da Raposa foram marcados por Arrascaeta – que chegou ao 8º gol em 12 jogos contra a equipe alviverde – e Thiago Neves. Rafael Moura descontou para o Coelho.

A partida também foi marcada por uma polêmica no segundo tempo. Quando o placar marcava 2 a 1 para o Cruzeiro, Matheusinho invadiu a área, dividiu com Dedé e foi ao chão. Os jogadores e a comissão técnica do América pediram pênalti, que não foi marcado pelo árbitro Heber Roberto Lopes.

Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Mano Menezes chegou aos 46 pontos, e aguarda o encerramento da rodada para saber qual posição vai alcançar na tabela de classificação.

O América, por sua vez, chegou ao nono jogo sem vencer na competição, e entrou na zona de rebaixamento. Com 34 pontos, a equipe alviverde também aguarda o complemento dos jogos para definir a situação na tabela.

Na próxima rodada, o Coelho recebe o Paraná, no sábado (10), às 21h, no Independência. A Raposa, por sua vez, enfrenta o Atlético-PR, também no próximo sábado, às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Primeiro tempo
O Cruzeiro teve a chance de abrir o placar logo aos sete minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio de Arrascaeta pela esquerda, Henrique desvia de cabeça na primeira trave, e a bola sobra para Barcos, que, de frente para o gol, cabeceou para fora.

Aos 17 minutos, o bom futebol do Cruzeiro foi premiado. Arrascaeta, carrasco do Coelho, tabelou com Henrique, e finalizou no ângulo direito de João Ricardo. Lindo gol da Raposa.

Os minutos seguintes após o time estrado abrir o placar foram marcados por um certo afobamento do América. Mais organizada em campo, a equipe comandada pelo técnico Mano Menezes comandava as ações no meio de campo.
A primeira chance clara de gol do Coelho veio aos 26 minutos. Carlinhos cruzou pela esquerda, e Giovanni, que apareceu como elemento surpresa na área, cabeceou para boa defesa de Fábio.

Mais à vontade no jogo, o time alviverde ameaçou o gol do Cruzeiro novamente, aos 34 minutos, com Luan, que finalizou de fora da área, a esquerda do camisa 1 celeste.

O segundo gol da Raposa quase veio aos 38 minutos, Barcos serviu Thiago Neves, que invadiu área, e finalizou com força, mas em cima de João Ricardo.

Segundo tempo
Com a necessidade de reverter o marcador, Adilson Batista lançou Matheusinho e Robinho, nas vagas dos laterais Aderlan e Carlinhos.

IMPRIMIR

Fonte:

Hoje em Dia