A Secretaria de Saúde divulgou nesta quinta-feira (18) informações sobre a febre amarela, inclusive dias e horários de vacinação em Formiga.

A doença é causada por vírus, transmitido pelo mosquito da espécie haemagogus janthinomys, onde os macacos são os hospedeiros naturais. No entanto, os primatas não transmitem a febre amarela, somente pela picada do mosquito, nas áreas rurais. Já nas áreas urbanas, o Aedes aegypti é o principal transmissor e reservatório do vírus que causa a Febre Amarela Urbana (FAU).

De acordo com a diretora de Vigilância e Saúde da secretaria, Ana Dalva da Costa, a doença é febril, de curta duração (no máximo 12 dias) e gravidade variável. “O quadro clínico tem início com febre alta, dor de cabeça intensa, dor no corpo (mialgia), náuseas, vômitos e icterícia (cor amarelada da pele) e algum tipo de sangramento durando aproximadamente de 3 a 7 dias”, explicou.

Vacinação

A única forma de não ter a febre amarela é através da vacina. Ela está disponível em todas as unidades básicas de saúde de Formiga. “Apenas uma dose da vacina vale para a vida toda. Por isso, é importante o cartão de vacina, pois é nele que está registrada a dose da vacina contra a febre amarela”, ressaltou Ana Dalva.

A vacina existe no Brasil desde 1920, mas em Formiga ela foi implantada em 1998. Minas Gerais adota a aplicação da dose integral (0,5 ml). Já os estados da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo adotam a dose fracionada.

Segundo a diretora de Vigilância e Saúde da secretaria, em Formiga, ainda não ocorreu nenhum caso suspeito ou confirmado da doença, mas é importante que a população, que não tem dose registrada no cartão, procure a unidade de saúde para vacinar ou receber orientações.

“O combate começa pela pessoa. Ela deve orientar sua família, vizinhos e amigos e tomar atitudes, fazendo a sua parte. É preciso encontrar o seu cartão de vacina e se vacinar. Caso já tenha recebido a dose, não deve tomar outras em excesso, porque podem trazer efeitos graves. Além disso, é muito importante que a pessoa elimine os possíveis criadouros, mantendo as caixas d’água tampadas e vasos de plantas, pneus, calhas e garrafas sem água parada.”

Categorias de vacinação

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais estabeleceu três categorias para vacinação conforme a situação epidemiológica encontrada nas cidades. A “categoria 1” é para municípios que não possuem rumor de epizootias (morte de macacos) e casos humanos e não são limítrofes com regiões que possuem casos humanos. A “categoria 2” é para cidades com rumor ou epizootias em investigação e que são limítrofes a regiões com casos humanos e epizootias confirmadas. Já a “categoria 3” é para municípios com casos/óbitos humanos ou epizootias confirmadas para Febre Amarela.

Conforme informou Ana Dalva, a situação de Formiga se enquadra na “categoria 2”. Nesse caso, a Secretaria de Estado de Saúde orienta tomar a seguinte conduta: vacinação será intensificada na rotina, sendo que, na zona rural, ela deverá ser realizada casa a casa. Além disso, avaliar a caderneta de vacinação e administrar as doses de acordo com a situação vacinal de cada pessoa.

Saiba quem pode ou não receber a vacina contra a febre amarela:

        A partir dos 9 meses não vacinado: uma dose

        A partir dos 9 meses com pelo menos uma dose: considerar vacinado

        Gestante não vacinada: deverá ser vacinada somente se for se deslocar para área com transmissão ativa da doença

        Gestante vacinada: não administrar nenhuma dose. Considerar vacinada

        Mulher amamentando criança menor de 6 meses não vacinada: deverá ser vacinada somente se for se deslocar para área com transmissão ativa da doença. Suspender o aleitamento materno por 10 dias após a vacinação.

        Mulher amamentando criança menor de 6 meses vacinada: não administrar nenhuma dose. Considerar vacinada

        Pessoa acima de 60 anos não vacinada: deverá ser vacinada somente se for se deslocar para área com transmissão ativa da doença. É fundamental que o serviço de saúde faça a avaliação, perguntando se a pessoa não se enquadra nas contraindicações antes de administrar a vacina

        Pessoa acima de 60 anos vacinada: não administrar nenhuma dose. Considerar vacinada.

Vacinação neste mês na zona urbana contra a febre amarela

Unidade Dia da semana Horário
Rosário I Quarta-feira 17h às 19h
Bela Vista Segunda-feira e Quinta-feira 17h às 19h
Alvorada Quarta-feira 17h às 19h
Rosário II Segunda-feira 17h às 19h
Cidade Nova Quarta-feira 17h às 19h
Engenho de Serra Quinta-feira 17h às 18h
Sousa e Silva Segunda-feira 17h às 19h
Nirmatele Segunda-feira 17h às 19h
Abílio Coutinho Terça-feira 17h às 19h
Água Vermelha Quarta-feira 17h às 19h
Areias Brancas Atendimento está sendo realizado no posto do Bela Vista (Segunda e Quinta-feira) 17h às 19h
Vargem grande Terça-feira 17h às 19h
Sagrado Coração Quinta-feira 17h às 19h
Vila Didi Quarta-feira 17h às 18h
Diego Solto Segunda-feira 17h às 19h
Centro Segunda-feira 17h às 19h
Geraldo Veloso Segunda-feira 15/15 dias 16h às 20h30

 

Na zona rural, a vacinação será realizada entre o dia 29 de janeiro e 9 de março, de casa em casa. A equipe de enfermeiros e técnicos já está montada para o trabalho. O cronograma com datas e locais será divulgado na próxima terça-feira.

 

 

Fonte: Decom/Formiga ||

Imprimir

Comentários