Nada de gols no último clássico mineiro de 2019. Cruzeiro e Atlético-MG ficaram no 0 a 0 em duelo no Mineirão, neste domingo, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo muito fraco – principalmente das figuras de armação dos dois times –, o resultado foi o mais justo possível. Com o empate, a Raposa segue à beira da zona de rebaixamento, e o Galo perde a chance de praticamente eliminar o risco de queda à Série B.

Como fica?

Se há algum time que pode comemorar o resultado, é o Atlético-MG. O Galo chegou aos 40 pontos, se manteve a cinco do rival e se aproximou um pouco mais da sequência na Série A em 2020. O Cruzeiro, por sua vez, segue a briga incessante na luta contra a inédita degola. Com 35 pontos, a Raposa ganhou uma posição em função da derrota do Fluminense para o Internacional e está a dois pontos do Botafogo, que abre o Z-4. Os cariocas, no entanto, jogam nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Primeiro tempo

Lentidão é a palavra que define o primeiro tempo do clássico. Pela necessidade da vitória, o Cruzeiro teve mais posse de bola no início, mas sem intensidade. O lance de maior perigo foi com Thiago Neves, que chutou rente à trave de Cleiton aos 11 minutos. Na metade inicial do primeiro tempo, o Atlético teve dificuldades para sair jogando, abusando dos erros de passe e deixando Di Santo isolado. Quando se encontrou, rondou mais a área do rival, e Fábio Santos acertou o travessão aos 37, na melhor chance do primeiro tempo

Segundo tempo

Os dois times seguiram com muitas dificuldades na criação e tentaram chegar, inicialmente, em chutes de fora. O Cruzeiro com Éderson, duas vezes. O Atlético-MG com Cazares, em cobrança de falta. A primeira grande chance foi de Fred, aos 22 minutos, que cabeceou para defesa de Cleiton. Pelo lado alvinegro, Igor Rabello foi quem mais assustou, em uma finalização já no fim da partida, momento em que o Atlético esteve melhor na partida. Sem inspiração de ambos os lados, o empate sem gols foi justo.

Cenas pra lá de lamentáveis

Após o apito final, um show de horrores no Mineirão. Um grupo de torcedores do Atlético-MG invadiu camarotes destinados a cruzeirenses e promoveram tumulto e pancadaria



 

Fonte: Matéria do Globo Esporte.com||https://globoesporte.globo.com/mg/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/10-11-2019/cruzeiro-atletico-mg.ghtml
print
Comentários