Paulo Coelho *

Lideranças da comunidade do distrito turístico de Pontevila saíram esperançosas do gabinete, após a audiência em que foram recebidas, na quarta-feira (10), pelo prefeito Eugênio Vilela.
Liderados por Janaína Costa Pedrosa, representantes de diversos seguimentos que atuam naquela comunidade trataram de diversos assuntos de interesse coletivo e praticamente tiveram o sinal verde de Eugênio que prometeu celeridade nas providências solicitadas. O prefeito garantiu, inclusive, que na próxima semana serão realizados serviços como a operação tapa-buracos, coleta e retirada de lixo da região, limpeza dos acostamentos da rodovia que liga a sede do distrito ao Hotel Marina e revisão da iluminação pública em determinados pontos, em razão da proximidade do feriado de carnaval, época em que é grande a presença de turistas e visitantes nos balneários localizados no distrito.

Outras reivindicações encaminhadas

Posto de saúde
Eugênio garantiu à comunidade que o município manterá no mesmo local em que hoje funciona, ainda que precariamente, o posto de saúde, melhorando as condições de atendimento, inclusive com a presença de novos profissionais (psicólogo, fisioterapeuta e outros); instalação de um gabinete odontológico e equipamentos necessários a um melhor atendimento da população local, desde que o imóvel de propriedade do Centro Comunitário seja reformado e receba as adequações exigidas pelas normas do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), citando como exemplo, a construção de rampa de acessibilidade. Feito isso, o município passaria a pagar um aluguel, incialmente fixado em torno de um salário mínimo.
Janaína estima que a reforma exigida custará algo em torno de R$30 mil aos cofres da associação comunitária e pretende aplicar o valor recebido, a título de aluguel, em um projeto de melhoria da iluminação pública na área localizada aos fundos da igreja, que pertence ao município. O prefeito justificou o pedido de reforma do local onde funciona precariamente o posto de saúde e o escritório dos Correios, afirmando que infelizmente o município não pode investir em reformas de imóveis que não lhe pertençam.

Saae
Reconhecendo a impossibilidade de proprietários de imóveis no distrito, que residam em outras cidades, para quitar as contas emitidas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), o prefeito determinou que a autarquia não faça o corte de fornecimento até que seja restabelecida a possibilidade de cobrança através da Caixa que, segundo ele, voltará a prestar este serviço já no mês de fevereiro.

Obras na escola
A reforma no alambrado que circunda a escola, assim como o fechamento da quadra esportiva ali existente também serão executados em breve e, segundo o secretário de Educação e vice-prefeito Cid Corrêa, também presente, já é objeto de pedido de recursos junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), onde o projeto necessário está em andamento.
A construção de nova fossa séptica na escola também está garantida e o problema de vazamento da atual, que causa transtornos e coloca em risco a saúde pública, também será resolvido de imediato.

Asfaltamento de vias públicas
O asfaltamento de duas vias públicas na sede do distrito, já iniciado e paralisado, será retomado ainda neste mês. Eugênio informou que a quantidade de massa asfáltica (Concreto Betuminoso Usinado Quente – CBUQ) adquirida recentemente já foi toda aplicada, mas que, um novo contrato firmado com a empresa Tecnosol, garantirá a regularidade do fornecimento para o termino das obras. “Tudo agora depende do tempo”, disse, referindo-se as chuvas.

Segurança
Os assaltos que ultimamente ocorreram na região, assim como a necessidade de se aprimorar o policiamento na área, em especial nas épocas de maior fluxo de turistas foi objeto de reivindicação por parte da comunidade ali representada. Eugênio disse que este assunto está afeto à Polícia Militar, mas se dispôs a intermediar junto ao comandante do Batalhão, com quem tem fácil acesso, o encaminhamento do pleito.

Febre amarela
Foi lembrado e sugerido na reunião sobre a necessidade de, no caso se encontrar micos mortos na região, os mesmos serem encaminhados à Secretaria de Saúde, para os exames recomendados, pois, sabidamente, no restante de mata que ainda existe na região, é grande o número de saguis que circulam e, volta e meia, são encontrados na rodovia.

Projeto Colorir
Janaína informou que está sendo viabilizada a implantação do “Projeto Colorir”, celebrado com a Coral Tintas, que fornecerá todo o material para que em regime de mutirão a população local faça a pintura de todas as fachadas das casas (em cores diferenciadas) na sede do distrito. “Este projeto vai fazer dali um local de visual diferenciado, conforme já ocorre em outras cidades turísticas em que foi implantado”, disse a líder.

Melhorias habitacionais
Após o encontro, Janaína informou ao jornal que está batalhando para conseguir levar para a comunidade, por meio do Banco do Brasil, recursos que possibilitem o financiamento para a construção de moradias na área rural adjacente à sede do distrito, com juros subsidiados e condições extremamente favoráveis. “Isso, sem dúvida, será um ganho enorme e um ótimo serviço prestado à nossa comunidade”, disse.
A reunião com o prefeito transcorreu em clima de muita cordialidade e ao final, demonstrando estar atento também ao que circula nas redes sociais, em especial no grupo que trata de assuntos de interesse da região de Pontevila, Eugênio disse em tom bem humorado: “Olha gente, vamos parar com esta história de emancipar o distrito”.

IMPRIMIR