Por meio do aplicativo WhatsApp, se tornou público nessa sexta-feira (31), um fato ocorrido há cerca de cinco meses, em uma empresa formiguense do seguimento de madeira imunizada, localizada no bairro Del Rey, em Formiga.

Em um vídeo amplamente divulgado, é flagrada uma agressão verbal e física praticada pelo proprietário da empresa que, após repreender aos gritos um funcionário, pede que o mesmo lhe peça desculpas e, diante da negativa, empurra o homem (veja o vídeo).

A discussão teria ocorrido devido ao descontentamento do empresário com o serviço prestado pelo funcionário. “Eu te mando embora da minha empresa! Eu não sou obrigado a aturar cara que você manda fazer de um jeito e faz de outro”, diz o dono da empresa.

A cena foi acompanhada por vários outros funcionários e ocorreu na área externa da empresa.

Após os gritos e o empurrão, agravando a situação, o proprietário entra no escritório, busca um pedaço de madeira e continua a ameaçar o funcionário e ainda, a pessoa que filmava a cena, mandando que ambos se retirassem do local, caso contrário, ele acionaria a Polícia Militar.

No vídeo ainda é possível ouvir o choro de uma criança que pede para ir embora.

O caso ganhou espaço na imprensa estadual, sendo divulgado no portal do jornal Estado de Minas.

O portal Últimas Notícias entrou em contato, por telefone, com o proprietário da empresa que confirmou os fatos e disse estar arrependido. Ele explicou que o caso já está na Justiça e que lá, se defende. Disse ainda que se não estivesse de “cabeça quente”, após haver sido provocado pelo funcionário, jamais teria tomado tal atitude.

O empresário ainda informou ao portal que na data do ocorrido a Polícia Militar foi acionada por ele e que foram os militares que tiraram o funcionário das dependências da empresa, de onde o mesmo se recusava a sair. Na ocasião, foi registrado um boletim de ocorrências.

print
Comentários