Uma das principais figuras do último encontro entre Cruzeiro e Corinthians, o volante Fabrício ? que abandonou a partida no Pacaembu após sucessivos erros de arbitragem conduzida por Sandro Meira Ricci contra a equipe azul ? quer que a equipe repita neste domingo, 16h, a atuação do ano passado e encare o atual líder do campeonato de igual para igual, mesmo jogando fora de casa. ?É um jogo difícil, o time deles está muito bem. Estão com uma boa pegada, bons jogadores na frente, fazendo um Brasileiro muito bom e temos que nos desdobrar para jogar de igual para igual?.
Velho conhecido
O jogador, que iniciou a carreira no Corinthians, sabe da força da equipe paulista atuando no Pacaembu. No entanto, Fabrício alerta que o Cruzeiro não pode ir para São Paulo pensando apenas em se defender, já que tem como característica principal a força ofensiva. ?O Corinthians é um time que procura se impor no Pacaembu. O Inter conseguiu neutralizar bem o time deles, mas no final em uma falha conseguiram fazer o gol. Mas jogar só no contra-ataque é ruim, pois chama o time deles para cima da gente e se tomar um gol, fica mais difícil. Temos que ir para neutralizar as principais jogadas deles, mas procurar jogar também, porque temos jogadores de qualidade que precisam atacar?, disse.
Retorno
Dorival Júnior deve promover o retorno de Richarlyson ao time titular para a partida de domingo, 16h, contra o Vasco, no Ipatingão. O volante desfalcou a equipe na última rodada, contra o Santos, pois estava suspenso. Quem também voltou a treinar com bola durante a semana foi o jogador Fellipe Soutto, que está curado de uma cirurgia. A equipe que Dorival deve mandar a campo provavelmente terá: Giovanni; Patric, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos; Richarlyson, Serginho, Caio e Daniel Carvalho; Magno Alves e Jonatas Obina. Essa é a mesma equipe do time alvinegro que venceu o América, a última boa exibição alvinegra no certame.
É boato
Nos últimos dias, o nome de Dorival Júnior ganhou força nos bastidores do Internacional para substituir Falcão. O diretor atleticano Eduardo Maluf rechaçou a possibilidade do treinador ser liberado. ?Se o Inter pagar a multa e o Dorival quiser ir para o Inter, aí sim, ele deixará o Galo. Mas, ele já deu provas de que quer continuar, para tirar o Atlético dessa situação. Inclusive, rejeitando propostas de outros clubes?, declarou o cartola atleticano, que também garantiu que o valor divulgado pela rescisão contratual de Dorival que seria na ordem de R$ 1,5 milhão não é real. ?O valor divulgado não é esse da rescisão. Se fosse, vocês me conhecem, eu diria que estava certo, mas não está. Só não vou divulgar qual é?, disse.

print
Comentários