Redação Últimas Notícias 

A Polícia Militar e representantes de órgãos da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica de Formiga se reuniram nessa terça-feira (20). No encontro, foi discutida a rotina dos trabalhos realizados pela PM para reduzir a violência contra a mulher no município.

De acordo com a PM, a atuação é realizada em duas etapas: a primeira é o atendimento à vítima de violência doméstica quando o fato ocorre com um atendimento qualificado por meio da rádiopatrulha e da confecção do Boletim de Ocorrência.

A segunda etapa é o acompanhamento da Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica (PPVD) que analisa os casos mais graves ou reincidentes para encaminhar as vítimas aos demais órgãos da Rede de Enfrentamento, para que recebam a atenção do poder público no menor tempo possível, além de visitas aos suspeitos.

A PM destacou a importância do apoio das representantes desses órgãos, para que a vítima possa ter mais assistência.

A Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica apresenta-se como variante operacional, com policiais qualificados que prestam serviço de proteção à vítima real ou potencial, e têm a missão de desestimular ações criminosas no ambiente domiciliar.

Atualmente, a PPVD atua realizando ações preventivas, visitas às vítimas, acompanhamento de casos com Medidas Protetivas de Urgência e prisão de indivíduos em decorrência do cumprimento dessas medidas.

Participaram da reunião: o 3º sargento Deive, a 3º sargento Edna, cabo Luana, a representante da Delegacia da Mulher, a escrivã Ednéia Félix, as representantes da Associação das Mulheres de Formiga (Asam),  Fabiana Almeida e Tamara,  dentre outros.

Imprimir