A osteoporose freqüentemente causa fraturas bastante dolorosas, que podem levar meses para sarar. Em muitos casos, a dor vai embora quando a fratura se cura. A maioria das fraturas vai embora em cerca de três meses. A dor que continua depois é considerada uma dor crônica. Uma das causas pode ser a fratura na espinha. Quando uma vértebra se quebra, algumas pessoas não têm nenhuma dor, enquanto outras experimentam dor intensa e espasmos musculares que doem mesmo depois de curados.
A dor é uma resposta do corpo a algum machucado. A dor crônica interfere na vida normal. Ela pode ser causada como uma resposta à tensão muscular, rigidez, fraqueza ou espasmos. Qualquer que seja a causa, sentimentos de frustração, raiva e medo podem tornar a dor mais intensa. As dicas a seguir podem ajudá-lo a lidar com a dor.
Exercícios e fisioterapia: inatividade prolongada enfraquece e causa perda de massa muscular e força. Exercícios podem fazê-lo recuperar a força, a energia e um visual legal. Além disso, as atividades físicas elevam o nível de endorfina, uma substância produzida no cérebro que tira a dor. Também aliviam a tensão, aumentam a flexibilidade, fortalecem o músculo e reduzem a fadiga.
Massagens e acupuntura são outros métodos que podem ajudar no alívio da dor.
Relaxamento: o relaxamento envolve concentração e uma respiração lenta e profunda para aliviar a tensão dos músculos e a dor. Aprender a relaxar leva tempo e prática. Mas ajuda você a manter o foco longe da dor e alivia a tensão de todos os músculos.
Terapia: a psicoterapia pode ser útil para aquelas dores que não respondem a métodos físicos. Pessoas que sofrem de dor crônica em geral também têm stress emocional e depressão. A terapia pode ajudá-lo a lidar com esses sentimentos, tornando mais fácil lidar com a dor.
Medicamentos: A medicação é o jeito mais popular de lidar com a dor. Porém, muitos deles podem causar dor de estômago e sangramento. Drogas narcóticas podem ser usadas só por um curto período, já que viciam e atrapalham o raciocínio. Também causam constipação. Muitas pessoas que não respondem a outras formas de tratamento precisam tomar antidepressivos. Essas drogas trabalham de uma forma diferente quando usadas para aliviar a dor. A supressão da dor depende da concentração de várias substâncias químicas no cérebro. Essa concentração pode aumentar com o uso de antidepressivos.
Desgaste:Os ossos são a moldura do corpo. Trata-se de um tecido vivo, que muda constantemente, com pedaços do osso velho sendo trocados por novos. Durante a infância e a adolescência, muito mais osso é criado do que retirado do corpo. Mais de 90% do pico de massa óssea é adquirido até os 18 anos nas garotas e até os 20 nos meninos. Esse é o melhor período para investir no seu osso. A quantidade de tecido ósseo no esqueleto, conhecido como massa óssea, pode continuar crescendo até os 30 anos. Nesse ponto, os ossos atingem o máximo da força e da densidade. Nas mulheres, há pouca variação na massa óssea entre os 30 anos e a menopausa. Mas, nos primeiros anos depois da menopausa, as mulheres experimentam um rápido declínio, o que pode levar à osteoporose.

print
Comentários