Por Chico Maia

Não é à toa que as norte-americanas são as favoritas ao titulo do mundial feminino. Na estreia delas, em Reims, passaram  o rodo na Tailândia, que não conseguiu respirar.

Cinco gols da atual estrela da companhia, Morgan, que repete o feito da compatriota Michelle Akers, que também fez cinco, na primeira edição da Copa, em 1991, contra Tawian, numa goleada de “apenas” 7 a 0. Neste mesmo grupo F a Suécia, que corre por fora na briga pelo título, venceu o Chile por 2 a 0.

Quase todos os bares e restaurantes que têm televisão, ficam ligados nos jogos da Copa feminina. Ficaram divididos com a seleção francesa masculina, atual campeã do mundo, que foi a Andorra e goleou por 4 a 0 no jogo de ida pelas eliminatórias da Eurocopa 2020.

 

 

IMPRIMIR