Redação Últimas Notícias

Nessa terça-feira (15) foram divulgados os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) ano-base 2019.

Dentre todas as escolas do ensino fundamental da rede municipal de ensino de Formiga, a E. M. Florêncio Rodrigues Nunes, localizada no distrito de Pontevila, em Formiga, obteve as melhores notas no Ideb dentre todos os quintos e nonos anos (séries finais do ensino fundamental).

De acordo com o Ministério da Educação, a meta em 2019 era de que o quinto ano da unidade de ensino alcançasse a nota 6.5 e o resultado da escola Florêncio Rodrigues Nunes foi 8.5.

Com relação aos nonos anos, a meta para a escola era de 5.4 e a escola bateu os 6.1, sendo a única unidade escolar municipal a alcançar a meta projetada para 2019 para os nonos anos.

Em 2017, ideb da escola para o 5º ano foi de 7.2 e do 9º ano 5.5.

O Últimas Notícias entrevistou a diretora da escola, Elaine Cristina Estevão de Araújo que está à frente da unidade escolar desde 2017. Para a gestora, o que fez toda a diferença no resultado foi o trabalho em equipe. “Tenho uma parceria muito afinada com a supervisora pedagógica, Elizabeth dos Santos Mendonça, os professores são muito dinâmicos, práticos e comprometidos e a comunidade escolar é muito atuante. Os pais lotam as reuniões, se envolvem no processo de aprendizagem dos filhos e nos assuntos relativos à escola. Além disso, a Secretaria de Educação possui profissionais muito bem preparados para nos dar todo o suporte necessário para o desenvolvimento das atividades escolares. Todos estes pontos, unidos, fazem a diferença”, comentou Elaine.

Mostrando o empenho da comunidade, mesmo em um período adverso como o atual, Elaine comentou que pais criaram grupos em parceria com a escola para se comunicarem e ainda grupos de estudo para que os alunos possam continuar aprendendo durante a pandemia. “Desde que assumimos, procuramos analisar a realidade da escola e dos alunos e tomar decisões de acordo com as demandas que surgem e, sem dúvidas, neste período de pandemia, esse trabalho conjunto tem sido fundamental”, completou. Atualmente, a escola possui 252 alunos, em 2019 (ano base do Ideb) eram 256, distribuídos dentre as turmas que vão desde o 1º período da educação infantil até o 9º ano do Ensino Fundamental. “São muitos alunos com realidades diversas e que conseguem reconhecer o valor da agricultura e pecuária desenvolvidas por seus familiares e, ainda, vislumbrar o futuro, seja trabalhando na terra ou conquistando outros sonhos”, encerrou a diretora que disse estar muito feliz com o resultado que superou as expectativas.

Excelentes Resultados

Outras escolas municipais obtiveram excelentes resultados no Ideb do ano passado nos quintos anos do Ensino Fundamental.

É o caso das E. M. Franklin de Carvalho que alcançou a média 8.0; E. M. José Honorato de Castro, E. M. Paulo Barbosa ambas com nota 7.9; as Escolas Municipais Célia de Melo Eufrásio, Lídia Braga, Miralda Silva de Carvalho todas com média 7.6 e a E. M. Professor José J. Fernandes com média 7.0.

As demais escolas não alcançaram as metas e o resultado deverá ser utilizado para a tomada de decisões que envolvem profissionais e comunidade escolar para que as metas sejam alcançadas conforme projeções do Ministério da Educação.

O ideb

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi criado em 2007 e reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações.
O Ideb é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

O Ideb agrega ao enfoque pedagógico das avaliações em larga escala a possibilidade de resultados sintéticos, facilmente assimiláveis, e que permitem traçar metas de qualidade educacional para os sistemas. O índice varia de 0 a 10. A combinação entre fluxo e aprendizagem tem o mérito de equilibrar as duas dimensões: se um sistema de ensino retiver seus alunos para obter resultados de melhor qualidade no Saeb, o fator fluxo será alterado, indicando a necessidade de melhoria do sistema. Se, ao contrário, o sistema apressar a aprovação do aluno sem qualidade, o resultado das avaliações indicará igualmente a necessidade de melhoria do sistema.

O índice também é importante condutor de política pública em prol da qualidade da educação. É a ferramenta para acompanhamento das metas de qualidade para a educação básica, que tem estabelecido, como meta para 2022, alcançar média 6 – valor que corresponde a um sistema educacional de qualidade comparável ao dos países desenvolvidos.

Imprimir
Comentários