Apesar das inúmeras reclamações registradas junto ao Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae), na Vigilância Sanitária, e do registro de pedidos de providências feitos por vereadores durante sessões ordinárias da Câmara, há mais de ano o problema de vazamento de esgoto que corre a céu aberto pelo pavimento asfáltico da Rua Alto do Pequi ? nas proximidades da Penitenciária ? coloca em risco a saúde de moradores e transeuntes daquela populosa região.
Como é praticamente impossível falar via telefone com a Prefeitura ou na Ouvidoria ? moradores apelaram para o jornal na esperança de que, uma vez trazida a público o problema que os aflige, uma solução rápida e eficaz possa ocorrer. ?Está é nossa última esperança e se não der certo, se necessário, até mesmo medidas judiciais serão tomadas?, afirmou o representante da comunidade.
Como de costume, o jornal entrou em contato com o diretor do Saae, Ney Araujo, que informou o seguinte: ?Conheço o problema e só não agi ainda, em função do acúmulo de serviço pelo qual, vocês sabem, estamos passando. Mas, pode escrever aí que na próxima semana estaremos lá e a solução já estudada por nossos técnicos será implantada. Acredito que o problema será resolvido de vez. Vamos instalar ali dois PVs e desviaremos parte da rede que se tornou ?pequena? em razão do grande crescimento do bairro, aliviando a carga da atual?.

Imprimir
Comentários