Pagar contas em bancos sempre é uma tarefa árdua. Longas filas em meio ao grande tempo de espera é um teste para a paciência dos clientes. E, segundo o Instituto Brasileiro de Relações com o Cliente (IBRC), a maioria das agências bancárias desrespeita as leis estaduais que estabelecem tempo máximo de espera na fila. Tal afirmação do órgão se deve à pesquisa elaborada entre os dias 10 e 14 deste mês, quando foram visitadas sete agências dos seis maiores bancos do país ? Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, HSBC, Itaú, Unibanco, Santander/Real.
As normas vigentes no determinam que o tempo de espera nas filas de bancos deve ser de 15 a 20 minutos. Em algumas localidades, há uma tolerância maior em dias anteriores e posteriores a feriados, quando o prazo de espera seria de até 30 minutos. No entanto, a média de espera de atendimentos é superior até a esse limite máximo: 35 minutos e 51 segundos.
A maioria dos consumidores ainda descorda da norma. Em levantamento feito com 480 pessoas pelo IBRC na porta das agências bancárias, 67% declararam considerar dez minutos o tempo máximo aceitável para atendimento no caixa.

print
Comentários