O jornal confirmou com fonte junto ao governo do Estado, que foi liberada e já está depositada em conta da Santa Casa uma parcela de R$ 680 mil. Porém como esta importância está em conta corrente bancária há indicação de retenção de aproximadamente 300 mil, já empenhados em operação anterior junto ao próprio Banco.
Na próxima segunda-feira (30), o Estado promete creditar mais RS$250 mil, dos quase 2 milhões restantes, que segundo a Santa Casa, tem de crédito. O Estado diz que ainda carece de documentação, para este restante não quitado.
Segundo a fonte do Estado, estas liberações ocorreram em cumprimento aos compromissos assumidos anteriormente em reuniões havidas anteriormente com o provedor Sidney Ferreira e outras autoridades que também defenderam os interesses da Santa Casa e de seus munícipes.
É muito pouco em razão da dívida de curto prazo, mas, já é uma luzinha no fim do túnel.

O Governo do Estado informou na tarde desta sexta-feira (27), o envio de duas parcelas de R$ 670 ml cada para a Santa Casa de Caridade. A primeira parcela será liberada na segunda-feira (30) e a segunda parcela na primeira quinzena de abril. Uma terceira parcela de R$ 260 mil referente a diárias das UTI’s também serão pagas pelo Governo.
Deste montante o banco descontará R$ 160 mil da primeira parcela referente a um empréstimo feito pela entidade.
Portanto o governo atenderá as reivindicações do município até o final da primeira quinzena de abril, em remessas no total de R$1,6 mi., menos a parcela pactuada com o banco.

Imprimir
Comentários