A Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Formiga, concluiu investigações relativas a vários crimes de estelionato praticados na região Centro-Oeste, e cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de M. A. A. X.

Após as investigações e representação junto ao Poder Judiciário, foi decretada a prisão preventiva do investigado, que já se encontra preso na cidade de Campo Belo, por prisão em flagrante, também por estelionato no dia 14 de junho deste ano.

De acordo com a Polícia, o indivíduo realizava compras em estabelecimentos comerciais, a prazo, ou pagando com cheques pré-datados sem fundos. Ele solicitava serviços de fretes a terceiros para obter as mercadorias (pneus, materiais de construção, dentre outros), os quais eram entregues em locais escolhidos pelo estelionatário, que desaparecia com os produtos e não realizava os pagamentos, obtendo, desta forma, vantagem ilícita.

O suspeito informava linhas de telefones fixos aos fornecedores, para fins de obtenção de referências, informando nomes falsos. Após levantamento dos endereços das linhas, a Polícia Civil apurou que estavam instaladas em um imóvel desocupado, na cidade de Lagoa da Prata, com direcionamento das ligações para o próprio aparelho celular do suspeito.

Foi constatado ainda, que o motorista que realizava os fretes para o indivíduo não tinha envolvimento nos crimes, apenas realizava o serviço por meio de contratação pelo estelionatário, cujo pagamento ocorria em dinheiro, na entrega dos produtos. O motorista reconheceu o suspeito como sendo o contratante dos fretes.

Até o momento, foi apurado o envolvimento do homem em pelo menos cinco estelionatos que ocorreram nas cidades de Formiga, Arcos, Divinópolis, Itapecerica e Campo Belo.

IMPRIMIR

Fonte:

Polícia Civil