Os estudantes inscritos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2018 que não compareceram à prova e tiveram o recurso de justificativa indeferido têm até o dia 22 deste mês para apresentar interposição no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

Conforme o edital, tanto o aluno quanto o coordenador do curso podem entrar com o novo recurso de justificativa. O Inep informou que está enviando mensagens eletrônicas para todos os estudantes que têm direito à interposição. Os coordenadores de curso também recebem comunicações personalizadas, solicitando que alertem os alunos.

Entre os critérios para a liberação do exame estão acidentes, assalto, casamento, luto, acompanhamento de cônjuge, problemas de saúde, licença maternidade e paternidade ou exercício de atividade profissional no dia da prova. O recurso deve ser feito no Sistema Enade, com login e senha. 

O Enade é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e avalia o rendimento dos concluintes dos cursos em relação aos conteúdos, habilidades e competências adquiridas. O estudante habilitado para o Enade que faltar à aplicação da prova e não justificar a ausência pode ser impedido de receber o diploma.

Regularização

Conforme o Inep, estudantes que permanecerem em situação irregular mesmo após o período de recursos poderão ser regularizados no segundo semestre de 2019, após o encerramento das inscrições da próxima edição do Enade. A regularidade no Enade é pré-requisito para colação de grau.

 

IMPRIMIR

Fonte:

Hoje em Dia