Um estudo japonês confirmou que ficar mais de sete horas diárias em frente ao computador danifica os olhos. A pesquisa comandada pelo oftalmologista da Universidade Keio, Yuichi Uchino, identificou uma menor produção do ‘filme lacrimal’, responsável por manter as vistas limpas e lubrificadas. Assim, a proteína MUC5AC alcança níveis equivalentes às pessoas com Síndrome do Olho Seco (SOS).
Normalmente, a quantidade de MUC5AC encontrada nos olhos deve ser em média de 8,2 ng/mg. As pessoas com SOS têm níveis que ficam por volta de 3,5 ng/mg. Enquanto isso, quem encara o computador por mais de sete horas diárias tende a registrar níveis por volta de 5,9 ng/mg, mesmo não sendo diagnosticado com a Síndrome.
Aqueles que dependem dessas várias horas no computador, seja para estudar ou trabalhar, devem prestar a atenção para manter os olhos devidamente lubrificados. A saída, de acordo com os médicos, é manter um umidificador em funcionamento dentro do local de trabalho e não ter contato direto com o vento do ar condicionado.

print
Comentários