O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, anunciou nessa terça-feira (26) que a política oficial americana quer enviar astronautas americanos à Lua nos próximos cinco anos – e enviar, principalmente, a primeira mulher até o satélite.

“Por ordem do presidente, a política oficial deste governo e dos Estados Unidos é levar astronautas americanos à lua nos próximos cinco anos”, afirmou Pence durante discurso em Huntsville, no Alabama.

“A primeira mulher e o próximo homem na Lua serão astronautas americanos, lançados por foguetes americanos, do solo americano”, enfatizou.

Estamos perto de construir bases permanentes na Lua?

Inicialmente, a data marcada para o retorno ao satélite natural da Terra era 2028, mas o governo de Donald Trump expressou frustração com os atrasos e os excessos orçamentários do programa da Nasa para a construção do próximo foguete SLS. Por isso, o primeiro voo foi reprogramado recentemente para 2021.

Mike Pence, vice-presidente dos EUA, fala sobre projetos dos EUA em voltar à Lua (Foto: Nasa TV/AFP)

Durante o discurso no Alabama, o vice-presidente atacou a agência espacial, criticou sua “inércia burocrática” e pediu que ela “renove seu entusiasmo”.

Além disso, ameaçou confiar futuras missões a empresas privadas, caso a Nasa não estivesse pronta a tempo.

“Se os foguetes privados são a única maneira de trazer os astronautas americanos de volta à Lua em cinco anos, eles irão em foguetes privados”, disse ele.

O diretor da Nasa, Jim Bridenstine, disse que provavelmente será uma mulher a próxima a pisar em solo lunar. Nenhum humano chega ao satélite terrestre desde 1972.

IMPRIMIR

Fonte:

G1