Demonstrando muita calma, segurança e com muito senso ético, o ex-secretário de Fazenda, Antônio Carlos Alvarenga (Toinzinho) esteve na Câmara Municipal e ocupou a Tribuna do Povo na reunião de segunda-feira (3).
Ele, que por 13 meses esteve à frente da Secretaria falou sobre sua saída da administração municipal e contou que assumirá a Controladoria na cidade de Cristais. De acordo com Toinzinho, o município fica mais próximo de Campo Belo, onde seus pais residem.
?Das outras vezes, estive aqui tratando de assuntos da Prefeitura, agora tenho um objetivo diferente, mas igualmente importante. Penso que é preciso saber agradecer. Sou de Campo Belo, mas fiquei em uma agência bancária de Formiga por 6 anos. E agora, também recebi o apoio da população formiguense, como secretário?.
Toinzinho lembrou que 2013 foi um ano politicamente difícil na administração. ?Mesmo assim, nunca fui criticado ou ridicularizado. É isso que me faz deixar Formiga com muito pesar. Agradeço aos vereadores, mesmo sabendo que tivemos alguns conflitos de interpretação. Saio daqui respeitando todos vocês. Agradeço a imprensa que sempre me tratou com muito respeito, sempre com críticas que encarei como positivas?.
O ex-bancário destacou ainda que está deixando a Prefeitura com dever cumprido. ?Trabalhei muito e tenho a consciência tranquila, pois tudo foi feito, pensando no bem da cidade. A obrigação do secretário de Fazenda é garantir dinheiro para que o funcionalismo pudesse ter o seu salário pago antecipadamente. Estou deixando a Prefeitura com todas as contas pagas. Saio com o dever cumprido e acho que contribuí muito para que a Prefeitura ficasse com as finanças equilibradas, e que, de agora em diante, possa sobrar recursos para serem investidos na Educação, Saúde e principalmente no social?.
Até o fechamento desta edição a Prefeitura ainda não havia definido (ao menos oficialmente) quem ocupará o cargo agora vago, a partir do pedido de exoneração de Toinzinho. À boca miúda especula-se que seu substituto poderá ser o atual secretário de Administração, Carlos Alberto Sales ou quem sabe, Simone Arantes.
Em cima da hora!
Diante das afirmações feitas pelo ex-secretário na Câmara, mantivemos com ele um contato telefônico com o intuito de confirmá-las e dele obtivemos as seguintes respostas:
1 ? ?Deixo a situação financeira (Contas a Pagar) do município, perfeitamente em ordem. Não devemos nada nem desta, nem da administração passada, salvo + ou ? R$ 300 mil, de débitos vinculados (emendas sobre projetos não concluídos), que aguardam conclusão para as respectivas liberações?;
2 ? ?Todos os compromissos do mês de fevereiro estão com pagamentos programados e serão cumpridos conforme planejamento feito. Ainda assim haverá um superávit estimado da ordem de R$ 1 milhão?.
3 ? ?Apesar disso, é preciso ressaltar que nos meses de arrecadação normal, nos deparamos com um déficit mensal da ordem de R$ 1,4 milhão?.
4 ? ?O superávit que ocorre em fevereiro existe em função do repasse a maior no Fundo de Participação dos Municípios. Isto em virtude da maior incidência do Imposto de Renda relativa a dezembro, principal fator do Fundo e por causa da segunda parcela do IPVA?.
Mais uma vez o ex-secretário agradeceu o tratamento respeitoso que nós da imprensa sempre dispensamos a ele ? como de resto aos demais membros da administração ? e solicitou que transmitíssemos aos nossos leitores seu agradecimento à população formiguense que sempre o distinguiu e o tratou com respeito assim como a seus familiares, nas duas vezes em que aqui trabalhou como bancário e agora, como servidor público.
Para Toinzinho, cidadão honorário desta cidade, Formiga faz e fará parte de sua história de vida: ?estarei sempre disposto a servi-la, estando ou não, por aqui. Conforme já disse lá na Câmara, um conjunto de fatores de ordem, inclusive pessoal, me fizeram tomar, agora, a decisão de me transferir para mais próximo de meus pais?, concluiu.

Imprimir
Comentários