MAURO CÉSAR
Prioridades em Formiga

?Temos vários problemas que afligem constantemente, desde que este ?desgoverno? assumiu Formiga no dia 1º de janeiro de 2013. Já tem mais de um ano que estamos vivendo sobre opressão e um governo britador. São só prioridades, mas que não são do povo de Formiga?.
Improbidade administrativa
?A situação dos médicos em Formiga é preocupante. Faltam vários materiais nos Postos de Saúde. O direito à saúde está sendo violado no município de Formiga. Levei o caso até o Ministério Público. Este é mais um ato de improbidade administrativa. Temos é que ter aqui nesta Casa uma comissão processante, para a cassação do prefeito, é isso a resposta que o povo está precisando?.
Orçamento
?Nós do Legislativo não podemos ficar presos à certas situações, por isso foi feito o orçamento independente para cada um dos poderes. O atual gestor municipal, junto com sua equipe tem se mostrado incompetente, pois, agora, está dependendo de dinheiro da Câmara. Daqui a pouco, vão tapar buracos e pagar médicos com dinheiro da Câmara. Que o prefeito não transfira para o Legislativo a responsabilidade de governar?.
Empresas de Marco Sallum
?Fala- se muito no empresário Marco Sallum, mas até hoje não vimos nenhuma empresa dele. Peço informações à Juntas Comerciais de Minas Gerais e de São Paulo, de quais as empresas que se encontram no nome dele. Saber o quanto ele é o salvador da pátria em Formiga, pois não vimos nenhuma contribuição de imposto e nenhuma geração de empregos em nossa cidade?.
CABO CUNHA
Responsabilidade de Legislativo?

?Essa atribuição de adotar praças não compete a nós vereadores, mesmo que o Ministério Público leve isso pela legalidade. Quando o Legislativo adota obrigações que não são nossas, eu fico receoso. Temos, por exemplo, 9 Postos de Saúde sem médicos na cidade. Alguns afastados por doença, ou férias ou pediram desligamentos. Até médicos concursados estão pedindo exonerações. Se for assim e o MP concordar, com as economias da Câmara, que então compremos medicamentos que estão faltando na rede pública?.
Obrigação é legislar
?Na semana passada, eu não vi uma decisão da mesa diretora a respeito da situação dos médicos na cidade. Somos um poder que cobra o cumprimento das Leis. Eu não posso concordar com a Câmara querer adotar praças, enquanto faltam medicamentos. Temos é que resolver a situação dos médicos, isso sim. Os dez vereadores devem é abraçar os assuntos pertinentes ao município. Deveriam ir lá conferir os trabalhos na saúde?.
Falta d?água
?Não falta água na cidade de Formiga, o que falta é uma administração para levar a água até as casas dos formiguenses?.
Trancamento de pauta, a solução!
?As igrejas e clubes de serviços estão abraçando coisas que não competem a eles. Nós, vereadores devemos colocar ?brio? na cara e cobrar mais do Executivo. Essa Casa aqui não assume o seu papel, não conhece, ou finge não conhecer. Eu sugeri aqui o trancamento da pauta e ninguém deu resposta. A Prefeitura tem que dar uma satisfação para nós?.
Regulamentação da profissão de taxista
?O Executivo enviou para a Câmara um projeto para redefinir a profissão de taxista em Formiga. São 52 taxistas na cidade. O artigo 4º fala que eles vão perder a permissão. É o mesmo que dizer que eles não servem mais para esse serviço. Houve uma assinatura de um TAC, no Ministério Público, em 2012?.
Britador
?Onde será instalado o britador em Formiga? Que a Prefeitura nos envie essa informação. Que profissional vai gerenciar este britador. Ele vai para as comunidades rurais??

Solução para os médicos
?Na próxima terça-feira (25) já está agendado com o promotor Marco Aurélio, uma audiência sobre a situação dos médicos em Formiga. Que todos os dez vereadores estejam presentes para sanarmos o problema e que a comunidade formiguense volte a ser atendida pelos médicos?.
PASTOR MANOEL
Alô Zaidan

?Está difícil para os caminhões trafegarem pelas ruas do bairro Alto da Praia. Mesmo que seja jogado um cascalho ali. Outra situação é o mato na avenida onde as pessoas fazem caminhadas. Poderim fazer uma capina, pois a situação está crítica e há pessoas comercializando naquelas imediações. Que se use uma roçadeira naquele matagal?.
ZEZINHO GAIOLA
Contribuição dos vereadores

?O valor que sobra na Câmara volta para o Executivo e ele (o prefeito) vai fazer o que bem entender. Temos que fiscalizar isso sim. Colocar mais remédios nas farmácias. Sanar problema do transporte da população. Devolver o dinheiro para o Executivo, ele vai fazer o que ele quer?.
Fim da moleza
?Está tramitando nesta Casa o projeto 139/2014. Com a sua aprovação, as publicações oficiais do município serão efetivadas no Diário Oficial dos Municípios Mineiros. O secretário de Comunicação, Flávio é muito responsável e está mandando este projeto, em regime de urgência, para economizarmos o dinheiro público, temos que ter zelo com esse dinheiro?.
LUCIANO DUQUE
Falta de respeito com o dinheiro público

?Não é atribuição da Câmara repassar os R$7.500 para o transporte dos alunos, mas as mães necessitam desse transporte, pra ontem. Outro assunto são os gastos do Executivo. A Câmara gastou apenas R$3.500 anual e a Prefeitura mais de R$600 mil. É um gasto totalmente desproporcional, é uma falta de respeito com o dinheiro público?.
ARNALDO GONTIJO
Jogada de Mestre

?Que sejam reiterados todos os pedidos de providências enviados à Prefeitura pelos quatro vereadores da base. Que o prefeito atenda a esses pedidos, pois assim ele estará atendendo é a população e não o vereador x ou y. Sou vereador é de toda a cidade e não de um determinado bairro. A Prefeitura estará atendendo é a população e não a determinado vereador?.
PIRUCA
Tapa buracos

?Que o Executivo providencie tapa buracos em algumas ruas dos bairros Mangabeiras e Souza e Silva. São vários buracos e que a Secretaria de Obras estude esse assunto?.
MEIRINHA
Meirinha falou e disse

?Eu gostaria de mandar uma moção elogiosa ao ministro da Agricultura. Antônio Andrade e ao deputado, Ivanir Nogueira que estiveram na cidade no final de semana passado?.

Imprimir
Comentários