163 projetos aprovados
Mesmo com as reuniões sendo vapt-vupt, desde que as transmissões pela TV, rádio e internet foram suspensas, de acordo com o presidente da Câmara Municipal, Gonçalo Faria, até o momento, nesta gestão, foram aprovados 163 projetos de lei.
Redutor de velocidade
Um dos pedidos de providência feito pelo Legislativo à Prefeitura nesta semana, solicita que o Departamento de Trânsito verifique a possibilidade de instalação de um quebra-molas na rua Tenente Oscar Teixeira de Lima, no bairro Novo Horizonte, nas proximidades do Cesec e do Caic. Uma moradora do local, provavelmente a que encaminhou o pedido, alega que vários motoristas estão promovendo frequentes disputas de ?rachas? na referida via.
Prestação de contas
Na próxima quarta-feira (26) a Prefeitura realizará uma audiência pública para a Prestação de Contas referente ao 2º Quadrimestre de 2012. A apresentação será realizada no Plenário da Câmara pela controladora municipal Simone Maria Arantes. No mesmo dia, será realizada uma apresentação da Secretaria Municipal de Cultura. A secretária da pasta, Maria Andrada e demais servidores apresentarão as contas da secretaria.
Movimento Ficha Limpa em ação
Direto de BH, Rua Artur Alvim, 144 ? bairro Horto, para as redações de jornais da Cidade das Areias Brancas, via Sedex, (apesar da greve), acaba de chegar farta documentação, dando conta dos processos em andamento contra um conhecido candidato a cargo eletivo. Deixamos de mencionar aqui os números dos processos e seu inteiro teor, por uma questão de Justiça. Afinal de contas, dentre todos os candidatos, aqui incluídos os que também disputam a vereança, sabemos que tem mais gente na mesma situação. Dependurado nas barras (ou será barbas) do Judiciário. Se o movimento Ficha Limpa é mesmo para valer, porque não encaminhar as fichas de todos? Terão eles, preferência por uns e outros?
Quem pode o mais, pode o menos?
A Folha de São Paulo, no dia 15 de setembro, publicou provas de que as Igrejas Evangélicas ignoram lei e doam dinheiro para candidatos. Dentre outros casos, cita o de Formiga, onde a Igreja Batista Vale das Bençãos doou a um conhecido pastor (hoje candidato). A Igreja se defende, afirmando que a doação não existiu. ?Aquele cheque teria sido apenas uma antecipação de salário do religioso?.
Debate sim, baixaria não!
O mediador do debate que provavelmente acontecerá nesta cidade no final da próxima semana, certamente terá muito trabalho para conduzir tudo a contento. Segundo a rádio peão, tem dossiê sendo montado contra tudo, ou melhor, contra todos. Na troca de chumbo, vai voar pena pra todo lado, já que, documento público, (tipo processo, inquérito, etc), se cobrado, pode ser encarado não como ataque pessoal, tudo na linha do ?perguntar não ofende?.

print
Comentários