Cobrança de alvará
Na reunião de segunda-feira (14), na Câmara Municipal, o vereador Cid Corrêa disse que tinha em suas mãos um recibo da Igreja Católica de Nova Zelândia e que foi cobrado deles a taxa de R$632 para o fornecimento de alvará autorizativo de festa organizada naquele local. O edil pediu informações à Prefeitura sobre a lei em que se basearam para fazer o cálculo da exorbitante (na opinião dele) quantia cobrada.
Cachê para os músicos
Eugênio Vilela pediu que o prefeito Aluísio Veloso enviasse à Câmara um projeto de lei permitindo o pagamento aos músicos formiguenses que se apresentarem no Festival da Linguiça, como cachê. O vereador ressaltou que a festa já é uma tradição no município e os músicos que lá se apresentam nunca recebem por suas apresentações.
Prejudicando o trânsito
Mauro César solicitou que o Saae, juntamente com a Soenge (empresa responsável pela canalização do esgoto nos rios de Formiga) deem um basta na obra que está paralisada na rua Dr. Newton Pires, em frente ao prédio Nené Belo. Foi só o vereador esbravejar que na quinta-feira (17) funcionários recomeçaram os trabalhos na rua, que está praticamente intransitável com um lado da via impedido.
Estrada de Albertos
Em relação à promessa de se asfaltar a rodovia até a comunidade de Albertos, para a qual Aluísio Veloso se comprometera a asfaltar um quilômetro por ano de mandato, Mauro afirmou que o prefeito mesmo sabendo que os gastos seriam de mais de R$ 10 milhões, destinou no orçamento da Prefeitura apenas R$3.510 milhões, o que para o vereador foi prova de falsidade ou de incompetência. Concluiu dizendo que um risco na água é mais forte do que a palavra do chefe do Executivo.
Secretários a pão de ló
Mazinho disse que a política municipal está desacreditada e isso causa insatisfação ao povo. De acordo com o vereador, a administração municipal trata de manhã e destrata à tarde, além de nomear secretários que não gostam de políticos e que ainda querem que a Câmara Municipal os trate a pão de ló.
Formiga internacional
A cidade cresce e com isto vem a necessidade de se buscar novas técnicas de administração. Nosso ex-vice e até quarta-feira (16) potencial candidato a prefeito pelo PP está na Europa. A candidata do PT e alguns candidatos a vereador estiveram em Cuba tomando aulas com o bom Fidel. O presidente do PP também passou uma reciclagem lá na terra do Tio Sam e nosso ?alcaide?, em companhia de outros aqui da região, não faz muito tempo, foi se especializar lá na China. ?Gente fina é outra coisa?, mas agora, com a alta do dólar…

Imprimir
Comentários