Um falso comunicado de convocação a reservistas do Exército em Minas gerou  confusão e dúvida nas redes sociais nesta terça-feira (7). O suposto documento pede que militares da reserva com 40 anos incompletos até dezembro de 2017 se apresentem na 4ª Região Militar do Exército, em Belo Horizonte.  O comunicado dá a entender que a convocação seria para atuação no Espírito Santo, que enfrenta caos e violência nas ruas por causa de uma greve branca da Polícia Militar. “Tendo em vista futuros atos de desordem social, é hora do reservista mostrar o seu brio”, diz a mensagem fake.

De acordo com o texto, a convocação vale para reservistas de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, todos militares do quadro de Tiro de Guerra, um grupamento específico do Exército. O documento traz ainda a data de apresentação e a suposta assinatura do general responsável pela 4ª Região Militar de Minas.

O chefe de comunicação social do Exército em Minas, coronel Julio Cesar Alves Rolszt, negou que o documento seja verídico.

Documento estaria fora do padrão utilizado pelo Exército e assinatura falsa (Foto:Divulgação)

“A 4º Região Militar do Exército corresponde apenas a Minas Gerais, não tendo nenhum comando ou decisão em outros Estados. Além disso, o nome do general aparece de forma errada por duas vezes no documento, que está fora do padrão utilizado pela corporação”, explica.

Ainda conforme o coronel, não há nenhum comunicado em vigor em Minas para apresentação de reservistas. “Afirmamos que o documento é falso”, reforça. Até o momento não houve nenhuma apresentação de reservistas na 4ª Região do Exército em Minas. O coronel Rolszt disse ainda que o caso será apurado.

 

Fonte: Hoje em Dia ||

print

Comentários