Restam poucos dias para os candidatos fazerem revisões de conteúdos, tirarem dúvidas e se prepararem para conquistar a segurança durante a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A menos de 20 dias do início das provas, que será aplicada nos dias 3 e 4 de outubro, é hora de correr contra o tempo e garantir uma vaga nas universidades federais, estaduais e particulares que vão substituir o tradicional vestibular pelo Enem ou aproveitar a nota do exame na primeira fase do processo seletivo.
Segundo o economista, professor de história e consultor do Enem em escolas públicas e particulares de Minas, Ricardo Júdice, o novo modelo de prova vai exigir atenção redobrada por parte dos estudantes. Houve muitas transformações no formato da avaliação, por isso, é fundamental que todos procurem se informar de como ela será na prática. ?É importante saber quais disciplinas serão cobradas, organizar o tempo e praticar muito em simulados da prova?,afirma Júdice. No entanto, o candidato precisa estar ciente sobre as regras do jogo.
Para não vacilar ?na hora H?, o mais importante é fazer simulados de provas do Enem com um cronômetro ao lado. De acordo com o economista, os candidatos terão um tempo médio de dois minutos e meio para resolver cada questão da prova. No primeiro dia, é preciso reservar meia hora para passar o gabarito e assim restam 240 minutos para responder às 90 perguntas. No segundo dia, o tempo é teoricamente maior, mas o aluno deve dedicar uma hora inteira à redação e os mesmos 30 minutos para passar a folha de resposta a limpo. Com isso, a média de dois minutos e meio por questão se mantém. Dessa forma, é fundamental que o estudante não se prenda a uma questão muito difícil, pois isso pode comprometer todo o resultado ?, afirma.

print
Comentários