Militares do 7º Pelotão de Bombeiros de Formiga foram surpreendidos durante o turno de serviço, na quarta-feira (21), com a visita da pequena Júlia, uma criança de dois anos. Ela foi atendida pelos militares no dia 13 deste mês, apresentando quadro de parada respiratória ocasionada por obstrução das vias aéreas.

Por iniciativa dos pais, Luciene e Weider, a família da criança resolveu comparecer pessoalmente na Fração Bombeiro Militar para agradecer os militares pela atuação que salvou a vida da criança, evitando, inclusive sequelas.

Tal atitude comoveu toda equipe e demais militares que estavam de serviço. O 3º sargento Augusto César Alves, Chefe de Serviço no dia do ocorrido, claramente emocionado, disse que: ?a visita desta família, o sorriso desta criança, me proporcionou refletir sobre o verdadeiro sentido da profissão bombeiro militar?. Acrescentando que aquela ocorrência, com certeza, será lembrada por toda sua carreira.

Além do agradecimento pessoal aos militares, o casal externou sua gratidão por meio das redes sociais.

O caso

Por volta das 11h30, do dia 13 de janeiro, a família compareceu no 7º Pelotão de Bombeiros, sendo que um homem carregava uma criança em seus braços aparentemente desmaiada. Desesperado, o mesmo entregou a criança para um dos bombeiros que se

encontrava na garagem da Prontidão de Incêndio, momento este que o militar iniciou a avaliação da vítima.

Em seguida, já na presença dos demais militares da equipe, foram realizadas manobras de desobstrução das vias aéreas, não obtendo sucesso na primeira tentativa. Rapidamente, iniciou-se o deslocamento para o hospital, dando continuidade às manobras.

Após percorrerem aproximadamente 2 km, em assistência continuada à criança, a mesma retornou a consciência, o que foi percebido pelo seu choro.

A criança permaneceu no Pronto Atendimento, sob os cuidados da equipe médica.

Imprimir