O feriado de Corpus Christi foi marcado por tragédias na rodovias estaduais de Minas Gerais. De 0h de quarta-feira (25) até 23h59 de domingo (29) foram registradas 21 mortes em 249 acidentes nas MG’s. Se comparado com o mesmo período do ano passado, o número de óbitos aumentou 31,25%. Já a quantidade de feridos caiu de 252, em 2015, para 201 neste ano. Os dados foram divulgados na tarde desta segunda-feira pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

 

Um dos acidentes mais grave registrado no feriado aconteceu na BR-354, em Arcos,  na madrugada de sábado (28). A batida entre um carro e um caminhão deixou quatro jovens mortos no km 465. Segundo o boletim de ocorrência, o caminhão seguia no sentido Arcos/Formiga e teria como destino uma empresa da região. Ao fazer a conversão para a esquerda, o veículo de carga atingiu de frente o Gol, cujos ocupantes eram moradores de Arcos. As vítimas tinha idade entre 22 e 26 anos.

Os quatro ocupantes do carro, todos do sexo masculino, morreram na rodovia. O condutor do caminhão, de 23 anos, foi levado por outros motoristas até o Pronto Atendimento Municipal (PAM) da cidade. Ele apresentava ferimentos leves.

Acidente na BR-354 em Arcos deixou quatro mortos no último sábado (foto: Jaime Pedrosa/Portal Arcos)

Novamente a imperícia dos motoristas foi a principal causa dos acidentes nas estradas mineiras, segundo a Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito (DMAT). Segundo o órgão, em 95 ocorrências, a falta de atenção ao volante foi a responsável pelos acidentes, 29 foram causados por animais soltos na pista, 17 pelo motorista não manter a distância de segurança, 13 por velocidade incompatível, e 13 por dirigir embriagado.

Operações 

Desde o início do feriado, a PMRv fez várias ações de fiscalização em rodovias mineiras. Foram realizados 3.218 testes de etilômetro (bafômetro), que resultaram na prisão de 47 pessoas por embriaguez ao volante. No período, foram fiscalizados 52.113 veículos, sendo que 470 foram removidos. Foram recolhidas 260 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e 711 motoristas inabilitados foram autuados.

IMPRIMIR