Feriado de Tiradentes termina com 14 mortos nas estradas federais

BR-040 registrou quatro mortes, o maior número de óbitos do feriado entre as rodovias federais

BR-040 registrou quatro mortes, o maior número de óbitos do feriado entre as rodovias federais

O feriado prolongado de Tiradentes terminou com 14 mortos nas estradas federais que cortam Minas Gerais. O balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mostra que a rodovia mais perigosa nos quatro dias de intensa movimentação de veículos foi a BR-040, que registrou quatro mortes, seguida pelas BR?s 381 e 262, com dois óbitos cada, e BR?s 116 e 251, com uma vítima.
A PRF também destacou os acidentes envolvendo moto. Em 50% das ocorrências com mortes, motocicletas estavam envolvidas. Do total de 14 óbitos, 8 eram pilotos ou garupeiros. Ao todo, a polícia registrou 249 acidentes com 209 feridos. O dia com mais casos foi a terça-feira (21) quando motoristas e passageiros retornavam de viagem.
As batidas mais graves foram na BR-040, em Ressaquinha, na Região Central de Minas, com mortos e na BR-135, em Montes Claros, no Norte de Minas, onde duas pessoas também morreram no acidente entre carro e moto.
Os radares nas rodovias federais flagraram 8.554 motoristas dirigindo acima da velocidade permitida. Os policiais fizeram 5.635 testes do bafômetro, autuaram 88 condutores e prenderam 13 por embriaguez.

IMPRIMIR

Sobre o Autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Feriado de Tiradentes termina com 14 mortos nas estradas federais

BR-040 registrou quatro mortes, o maior número de óbitos do feriado entre as rodovias federais.

BR-040 registrou quatro mortes, o maior número de óbitos do feriado entre as rodovias federais.

 

O feriado prolongado de Tiradentes terminou com 14 mortos nas estradas federais que cortam Minas Gerais. O balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mostra que a rodovia mais perigosa nos quatro dias de intensa movimentação de veículos foi a BR-040, que registrou quatro mortes, seguida pelas BR’s 381 e 262, com dois óbitos cada, e BR’s 116 e 251, com uma vítima.

A PRF também destacou os acidentes envolvendo moto. Em 50% das ocorrências com mortes, motocicletas estavam envolvidas. Do total de 14 óbitos, 8 eram pilotos ou garupeiros. Ao todo, a polícia registrou 249 acidentes com 209 feridos. O dia com mais casos foi a terça-feira (21) quando motoristas e passageiros retornavam de viagem.

As batidas mais graves foram na BR-040, em Ressaquinha, na Região Central de Minas, com mortos e na BR-135, em Montes Claros, no Norte de Minas, onde duas pessoas também morreram no acidente entre carro e moto.

Os radares nas rodovias federais flagraram 8.554 motoristas dirigindo acima da velocidade permitida. Os policiais fizeram 5.635 testes do bafômetro, autuaram 88 condutores e prenderam 13 por embriaguez.

Redação do Jornal Nova Imprensa Estado de Minas

Sobre o Autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Deixe um comentário!

Atenção! Os comentários do portal Últimas Notícias são via Facebook, se deseja comentar esteja logado. Lembre-se que os comentários são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a nossa opinião.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!