O feriado da Proclamação da República terminou com 45 pessoas mortas em acidentes nas rodovias federais e estaduais que cortam Minas, de acordo com balanços divulgado pelas polícias Rodoviária Federal (PRF) e Rodoviária Estadual (PRE) nesta quarta-feira (16).
Nas estradas federais, o número é 37% menor que o do mesmo período do ano anterior, quando 35 pessoas perderam a vida nas estradas. A Operação Proclamação da República de 2010, no entanto, durou quatro dias. Neste ano, foram seis dias de opeação.
Ao todo, entre sexta (11) e a manhã desta quarta-feira (16), foram registrados 456 acidentes, número maior que o do ano passado. Em 2010, foram 434 acidentes. O número de feridos também foi maior em 2011: 333 contra 250 no ano interior. O aumento foi de 25%.
Já nas rodovias estaduais, foram 278 acidentes, sendo 11 deles com mortes. Ao todo, 283 pessoas ficaram feridas.
Um dos acidente mais graves foi registrado nesse sábado (12). Quatro pessoas morreram em uma batida entre dois carros de passeio na BR-452, em Santa Juliana, no Triângulo Mineiro. Ouras duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para a Santa Casa da cidade.
Embriaguez
Durante o feriado, foram realizados 847 testes com etilômetro nas rodovias federais. O resultado foi a prisão de 14 pessoas. Outras 33 foram autuadas. Nas estaduais, foram sete pessoas presas e 46 carros apreendidos.

Imprimir
Comentários