Nesta quarta-feira (28) é comemorado o Dia de São Judas Tadeu, conhecido como o santo das causas impossíveis. De acordo com a Igreja Católica, ele é o segundo santo mais devotado do Brasil, atrás apenas da padroeira do país, Nossa Senhora Aparecida. Assim, os fiéis fazem questão de participar das celebrações e festividades nesta data.
Na Paróquia São Judas Tadeu, em Formiga, no bairro Alvorada, a movimentação começou cedo. A primeira missa foi às 7h e a igreja já estava lotada. Houve uma celebração às 9h e à tarde estava marcada para às 15h. Ainda haverá missas às 18h e às 19h30, esta última seguida de uma pequena procissão próximo à igreja.
Outras atividades estão ocorrendo durante todo o dia, como benção de objetos, confissões, barraquinhas, bazar e também terá festival de tortas à noite.
Quem é São Judas
São Judas, designado por Tadeu (que significa o corajoso), é um dos Doze Apóstolos escolhidos por Jesus para o acompanhar na Sua vida pública. Irmão de S. Tiago Menor, primo de Jesus, seguiu o Divino Mestre de perto e depois do Dia de Pentecostes dedicou-se à pregação do Evangelho na Judéia, Samaria, Mesopotâmia (hoje região do Iraque) e na Pérsia, aonde viria a morrer martirizado, juntamente com o Apóstolo São Simão, apelidado o Zelote. Costuma ser representado com uma moca ou cacete na mão porque foi assassinado à paulada. O seu corpo foi levado para Roma, onde é venerado na Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Papa Paulo III concedeu indulgência plenária a quem visitar o seu túmulo no dia da sua festa, que a Igreja fixou no dia 28 de outubro.
Assim, desde o século XIV, S. Judas é invocado nos casos difíceis e a experiência provou o poder da sua intercessão nas circunstâncias em que, esgotados todos os meios humanos, as causas parecem totalmente perdidas ou desesperadas.

print
Comentários