Nesta segunda e terça-feira (11 e 12), representantes da Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado), Comitê Organizador Local, governos estadual e federal e também de ministérios (Esporte, Turismo, Justiça e Relações Exteriores) se reúnem em Belo Horizonte no ?1º Seminário de Comunicação da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014?.
A abertura do evento tem a participação do secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sérgio Barroso, e do presidente do Comitê Organizador Municipal de Belo Horizonte, Tiago Lacerda.
Os principais objetivos são trocar informações e alinhar as atividades com relação à comunicação. Além disso, na quarta e na quinta-feira (13 e 14), uma outra temática será abordada por meio do 1º Seminário sobre o ?Fifa Fan Fest? (transmissão ao vivo dos jogos em locais públicos, com área de alimentação e realização de shows). Na Copa da África do Sul, foram realizados ?Fifa Fan Fest? em cinco continentes. Em Belo Horizonte, esses eventos ocorreram com sucesso na Praça da Estação e no Parque JK.
Um dos focos do seminário também será o sorteio dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo para o Mundial de 2014, que será realizado no Rio de Janeiro, no dia 30 de julho de 2011.
De acordo com o gerente da Copa do Governo de Minas, Eder Campos, as reuniões entre as 12 cidades-sedes ? Belo Horizonte, Rio Janeiro, São Paulo, Salvador, Porte Alegre, Curitiba, Brasília, Recife, Fortaleza, Manaus, Cuiabá e Natal ? são uma oportunidade para construir uma rede de troca de experiências.
?Temos recebidos muitos pedidos da Fifa e do Centro de Organização Local, e temos que sentar para ter uma voz só e para a gente ter uma otimização para a Copa. O objetivo é apoiar umas as outras. A Copa do Mundo é uma só e é importante a gente estar com um time único para fazer uma imagem positiva do País?, observou.
Eder Campos alega que os grandes desafios são mobilidade, segurança e obras nos estádios. ?Durante a reunião, vamos ter esses consensos para a gente saber o que fazer?, afirmou. Independentemente da disputa para saber qual sede fará a abertura da Copa de 20114, ele disse que é fundamental o bom entendimento entre as cidades-sedes. ?Temos que buscar ter a mesma camisa para enfrentar essa seleção da Copa do Mundo?, ressaltou. O presidente do comitê executivo organizador da Prefeitura de Belo Horizonte, Tiago Lacerda, concordou: ?A Copa é do Brasil, e temos que buscar ter o sucesso das 12 sedes para ter o sucesso como um todo?.
Aeroporto é a principal preocupação
Tiago Lacerda informou que a grande preocupação de Belo Horizonte agora é com relação ao Aeroporto de Confins. ?O fato de BH estar à frente é muito bom, mas não significa nada. Esse trabalho precisa continuar em ritmo total. Nossa meta é estar tudo pronto para dezembro de 2012 e ser a melhor sede da Copa do Mundo do Brasil?, observou.
Segundo Lacerda, o Ministério do Esporte fez um levantamento de todas as obras de mobilidade e apontou Belo Horizonte como a única sede em dia com os cronogramas de mobilidade. Obras em vias da capital mineira estão sendo priorizadas para a Copa, mas os projetos do metrô e anel rodoviário não estão vinculadas com as obras da Copa de 2014.
?A expansão do metrô foi descartado pelo governo federal a não vincular a obra com a Copa, por ser uma considerada cara e demorada. O Sistema BRT (ou TRO ? Trânsito Rápido de Ônibus) é de alta capacidade e atenderá 900 mil passageiros por dia para médio prazo. Mas a cargo de longo prazo é necessário o metrô?, afirmou. Tiago disse que o que o governo tem feito é tentar vincular a expansão do metro no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).
Anel Rodoviário
Já com relação ao Anel Rodoviário, Tiago Lacerda explica que essa é uma demanda antiga e que assim como o metrô é uma obra que não está vinculada a copa do mundo. ?A obra é mais importante que a copa, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) está a cargo dessas intervenções. Estamos reunindo para pressionar o DNIT para que as obras saiam logo, mas ela não é para a copa é para a cidade?, disse
Lagoa da Pampulha
Lacerda analisou que um dos cartões postais de Belo Horizonte, a Lagoa da Pampulha, sempre teve o problema de limpeza e que ele é muito amplo, mas que está sendo estudado. ?Tem o problema de esgotos despejados de outros municípios. Houve um consenso entre esses municípios de parar de despejar o esgoto. Um projeto de requalificação de limpeza e despoluição da lagoa está sendo estudado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente?, afirmou.
Segundo Lacerda, foi enviado uma planilha para o Ministério do Turismo para se ter um financiamento de requalificação de áreas urbanas e pontos turísticos e a Lagoa da Pampulha é a prioridade número um. ?Estamos aguardando uma reunião para o mês que vem com o ministério para ver o que vamos conseguir contemplar com esse financiamento?, ressaltou.
De acordo com o representante da Bahia, Ney Canpello, secretário Extraordinário para assuntos da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014, Salvador aparece junto com Belo Horizonte com relação ao andamento das obras do estádio. ?Estamos pleiteando a abertura Copa do Mundo. Estamos com avanço dentre o cronograma da Fifa para final de 2012. O objetivo é participar da Copa das Confederações?, disse.

print
Comentários