O longa-metragem Faroeste, que teve cenas gravadas em Pains, será lançado em Formiga no dia 30 deste mês.
O filme será exibido no Cine Josués e terá sessões diárias, às 19h. O diretor do longa, Abelardo de Carvalho esteve na redação do jornal, na segunda-feira (20), em um encontro com o secretário de Cultura, André Gouvêa, promovido pelo jornalista Paulo Coelho, e falou sobre a estreia do filme em Formiga e na região.
?Parte da equipe é de Formiga. Os atores como Joe Bazílio e Ivanir Avelar estão recebendo as melhores críticas no cenário nacional, além do que, Faroeste foi relacionado entre os 10 melhores filmes (não lançados) de 2014, na lista do mais conceituado crítico carioca Carlos Alberto Matos, que durante muitos anos foi o principal crítico do jornal O Globo?, disse Abelardo.
O filme despertou a atenção de uma grande produtora mexicana, a Ítaca Films, que ficará responsável pela distribuição do Faroeste internacionalmente. Inclusive, os originais do filme estão no México para receberem dublagem em língua espanhola.

Lançamento do DVD
Antes de estrear em Formiga, o DVD do filme será lançado em Pains. A maioria dos atores que contracenaram no longa reside no município.
O lançamento será nesta sexta-feira (24) no Cineclube Vida Saudável, a partir das 20h e terá sessões com a exibição do curta-metragem ?Eu participei?, feito com os coadjuvantes do filme, e mostra o making off dos idosos se preparando para assistir a pré-estreia do filme. O lançamento será na Praça Tonico Rabelo, 188, Centro, ao lado da Prefeitura.
A pré-estreia do longa-metragem ocorreu em abril do ano passado, no Parque de Exposição de Pains, reunindo cerca de 4 mil pessoas.

O filme
Faroeste é uma adaptação livre do romance Bestiário, de autoria de Abelardo de Carvalho, lançado em 2003. O autor do livro é natural de Iguatama.
As gravações em Pains foram realizadas em junho de 2012. Foram 25 dias de gravação. Antes mesmo de ter início, os participantes do Núcleo Vida Saudável e outros moradores já se preparavam com a elaboração do figurino, cenário e adereços.
Abelardo de Carvalho foi colaborador do jornal Nova Imprensa durante anos e chegou a publicar trechos de suas obras, semanalmente. A produtora responsável pelo longa foi a Cavídeo, Ítaca Films Brasil.

print
Comentários