Uma reunião marcada para as 14h desta terça-feira (7) pode definir o retorno do Campeonato Mineiro. Por meio de videoconferência, representantes dos clubes do Módulo I e a Federação Mineira discutirão o tema. A ideia inicial é de que as partidas sejam retomadas a partir do próximo dia 26.

Na tarde dessa segunda (6), a entidade teve o aval do Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (Coes). 

Otimista com o retorno da competição no final desde mês, a Federação trabalha para que o Estadual seja concluído em três semanas e com sede única. Sete Lagoas, Ipatinga, Muriaé e Belo Horizonte são algumas das opções que já estão sendo discutidas.

“Se na data designada não existir uma condição mínima de se realizar as partidas, elas não serão realizadas e o campeonato será novamente postergado”, disse o presidente da FMF, Adriano Aro, em entrevista recente à Itatiaia.
 
Possibilidade
Caso não obtenha êxito no retorno do Mineiro, a FMF pode até declarar o América como o campeão desta edição. Esta possibilidade, porém, ainda é vista como remota. Com 21 pontos somados em nove rodadas disputadas (das 11 da fase de classificação), o Coelho lidera de forma isolada à competição.

Com um ponto a menos, aparece a Tombense. Terceiro colocado, o Atlético soma 18. A Caldense, por sua vez, fecha a zona de classificação com 17 pontos, três a mais que o quinto colocado Cruzeiro. Além disso, a Veterana tem quatro gols de saldo a mais que a Raposa. Além do título, há outras disputas paralelas, por vagas na Copa do Brasil e na Série D do ano que vem.

A última rodada disputada antes da paralisação do futebol no país aconteceu em 15 de março. De lá para cá, com o aumento de casos de Covid-19, a discussão sobre o retorno se tornou presente e divide opiniões. 
 
Protocolos
Enquanto a bola não volta a rolar, os grandes da capital seguem a preparação nos respectivos Centros de Treinamentos. 

Seguindo protocolos rígidos, Coelho, Galo e Raposa tentam ao máximo evitar a disseminação do vírus entre os jogadores e comissão técnica. No alviverde, apenas o meia Matheusinho foi diagnosticado; no alvinegro, apenas Cazares. No clube celeste, porém, o zagueiro Léo, o volante Jean e o atacante Vinícius Popó foram apontados positivos para o coronavírus. Angulo, Thiago, Adriano e João Lucas testaram ‘inconclusivos’.

Fonte: Hoje em Dia

Imprimir
Comentários