O mês de janeiro deste ano teve um saldo positivo de 150 empregos gerados em Formiga. No total, houve 940 admissões contra 790 demissões (variação de 1,01%). Mais uma vez, o carro chefe foi a construção civil, com 354 trabalhadores contratados contra 256 demitidos (saldo de 98 vagas ou variação de 4,48%).
Em seguida, ficou a indústria de transformação com 219 admissões e 149 desligamentos (saldo de 70 empregos, 1,84%). O setor de extrativa mineral contratou 3 pessoas e demitiu 2, com saldo de um posto de trabalho (1,47%). No setor de comércio foram 179 contratações, mesmo número das demissões.
Na contramão da geração de empregos, a agropecuária teve mais baixas do que contratações: foram 20 admitidos contra 33 demitidos (saldo de -13 ou -1,81%). A área de serviços contratou 154 trabalhadores e desligou 159 (saldo negativo de -5 ou -0,13%). A administração pública também teve saldo negativo, com 11 contratados e 12 baixas (saldo de -1 ou – 0,19%).
Ao comparar com o mês de janeiro do ano passado, o desempenho este ano foi melhor, pois, em 2010, o primeiro mês registrou saldo positivo de 135 postos de trabalho contra 150 em 2011: foram 814 admissões e 679 demissões em janeiro do ano anterior (variação de 0,98%).
Em 2010, o município fechou o ano com saldo positivo de 1.388 empregos, resultantes de 11.198 contratações e 9.810 desligamentos (variação de 10,10%).

Imprimir
Comentários