A ?Cidade das Areias Brancas? completa, na segunda-feira (6), 153 de emancipação político-administrativa. A programação do ano passado foi bastante diversificada, diferentemente deste ano, que conta com poucas novidades. As principais atrações serão a Exposição Agropecuária de Formiga e o tradicional desfile cívico, no dia 6 de junho. Vale lembrar que no Dia do Trabalhador (1º de maio), não foi realizada nenhuma atividade em comemoração à data.
Como parte das festividades, a 48ª Exposição Agropecuária de Formiga, no Parque de Exposições Luiz Rodrigues Belo Primo, contará com o rodeio tradicional e todas as noites haverá shows: dia 2 ( quinta-feira) ? Banda Cruzeiro do Sul (entrada franca); dia 3 ( sexta-feira) ? Paula Fernandes; dia 4 (sábado) ? Inimigos da HP, dia 5 (domingo) ? Victor e Léo.
O Salão Regional do Turismo ocorrerá neste sábado (4), das 9h às 19h, na praça do Terminal Rodoviário. O evento será promovido pelo Circuito Gruta e Mar de Minas e terá a participação de representantes de cidades da região, como Formiga, Arcos, Boa esperança, Córrego Fundo, Iguatama, Lagoa da Prata, Pains, Campo Belo, Candeias e Pimenta. De sábado a segunda-feira, serão apresentados artesanatos e culinárias desses municípios.
De acordo com a secretária de Cultura, Maria Andrada, também faz parte das comemorações dos 153 anos de Formiga, um culto em Ação de Graças pelo aniversário do Centro de Educação Helena Kemper, que comemorou 10 anos em maio. No dia 8 de junho, às 19h30, será realizado um culto na Igreja Batista Independente, localizada à rua Coronel José Justino Nunes e, no dia 10 de junho, às19h, haverá uma Missa em Ação de Graças na Matriz São Vicente Férrer.
Questionada pela redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias, Maria Andrada contou que o Festival da Linguiça que, no ano passado, fez parte da programação do aniversário da cidade, é vinculado normalmente à data religiosa de Corpus Christi. ?Acontece que ocorreu outros eventos, como o 21 de abril, a Festa dos Carros de Boi, estava muito confuso, eventos muito próximos, por isso o Festival da Linguiça não entrou na programação das comemorações do aniversário da cidade. A data prevista para o Festival da Linguiça é de 15 a 17 de julho, mas pode ser que mude?, explicou.
Confira a programação do desfile cívico
Na segunda-feira, o tradicional desfile cívico terá início às 8h, na avenida Guiomar Garcia Neto, com o hasteamento das bandeiras no Memorial dos 150 Anos. Uma arquibancada será montada na avenida.
8h20- Desfile do Tiro de Guerra
8h40- Escola Estadual Professor Joaquim Rodarte
9h- Rede Municipal de Ensino e Educação Infantil, com carros alegóricos dos Centros de Educação Infantil (C.E.I) Maria Hilda de Carvalho, José Jerônimo, Pré-Escola Lídia Braga, Dona Maruca, Dercy Alves Praça, Helena Antunes, Nelson Alvarenga, Conceição Maria de Almeida, Dalva Barbosa e Maria Augusta
9h20- Escola Estadual Jalcira Santos Valadão
9h40- Escola Estadual Aureliano Rodrigues Nunes
10h- Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae)
10h20- Escola Estadual Doutor Abílio Machado
10h40- Escola Estadual Rodolfo Almeida
11h- Colégio Santa Teresinha
11h20- Escola Estadual Professor Tonico Leite
Há muito para comemorar?
Em Formiga, como em todas as cidades, existem muitos problemas a ser solucionados, elaboração de um planejamento eficiente que atenda as reais necessidades da população. O Poder Executivo tenta se equilibrar na balança para conseguir atingir o desenvolvimento social e econômico do município. Na maioria das vezes, desagrada a um considerável número de pessoas. É claro que há aqueles simpatizantes à atual administração municipal.
Para exemplificar os pós e os contras no município, o concurso público da Prefeitura, que já vem se ?arrastando? há um bom tempo e finalmente saiu da ?boa intenção? para a oficialização do tão esperado edital, as provas ocorrerão nos meses de setembro e de outubro.
Outro tema que vem sendo discutido entre os populares formiguenses é sobre as reuniões que já ocorreram este ano para que a nova sede da Prefeitura seja construída no Parque de Exposições Luiz Belo Primo. Com um novo prédio, a administração municipal contará com uma melhor infraestrutura.
Há também a expectativa da geração de empregos, com os projetos de doações, por parte da Prefeitura, de terrenos para empresas do município. De janeiro a abril deste ano, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Formiga contou com um saldo de 288 empregos na administração pública, 211 empregos na construção civil, 191 na indústria de transformação e 109 em serviços. No mês de abril, a indústria de transformação contou com um saldo de 45 empregos, 18 empregos em serviços e 13 no comércio. Na contra mão, a construção civil ficou com um saldo negativo de 16 e a agropecuária com -3.
O Sistema Nacional de Emprego de Formiga (Sine) disponibiliza praticamente toda semana uma lista de oportunidades em diferentes setores, como na construção civil, restaurantes e similares, entregas e cobranças, administrativo, vendas, confecção e áreas diversas, que incluem vagas para mecânicos, motoristas, dentre outras. Somente esta semana, foram divulgadas 155 vagas de emprego no Sine, em diferentes áreas.
Outra boa notícia que os formiguenses tiveram no início deste ano foi a volta dos Desfiles das Escolas de Samba. As escolas Batuqueiros da Alvorada e Unidos da Rua Nova fizeram bonito na avenida.
A canalização de esgoto dos rios em Formiga também foi notícia na mídia municipal, além da construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que começou em janeiro e ficará pronta dentro de oito meses.
No início deste ano, Formiga foi castigada com as fortes chuvas que causaram grandes estragos no município. A situação precária das ruas também foi um assunto bastante criticado, principalmente pelos vereadores em diversas reuniões na Câmara Municipal, assim como a cabeceira da ponte na rua Doutor Carlos Chagas, que desabou em fevereiro deste ano e outra já está sendo construída no lugar.
Na área da saúde, há muitas reclamações por parte da população formiguense que busca pelo atendimento público, que está desleixado, e não consegue ser atendida, tendo que esperar durante meses por uma vaga. Esse é o caso de quem precisa fazer exames de tomografia. O aparelho foi inaugurado em março de 2010 e até hoje não atende os pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), somente em casos de urgência.
Há também as inaugurações de obras públicas que estão na fila de espera. No aniversário da cidade, no ano passado, foi divulgado que a praça do Cemitério do Santíssimo seria inaugurada, chegaram até a marcar a data que, em seguida, foi desmarcada. E até hoje nada. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) é outro exemplo de inauguração adiada, enquanto isso as ruas de Formiga estão abarrotadas de cachorros doentes e abandonados.
Outro assunto polêmico discutido na Câmara Municipal foi a possibilidade da perda de verbas, conseguidas pelos vereadores do PMDB, no valor de R$1,2 milhão para calçamento de várias ruas. O projeto das academias ao ar livre também não foi implantado até hoje. O assunto foi divulgado no ano passado.
A onda de violência já chegou a Formiga e vem assustando os moradores. Em fevereiro, o jornal Nova Imprensa e o portal Últimas Notícias noticiou um duplo homicídio no bairro dos Quartéis, assim como um sequestro relâmpago e a suspeita de uma bomba no centro da cidade.
A educação anda cambaleando em Formiga. Recentemente foi realizada uma manifestação dos servidores da educação municipal por melhorias salariais, reivindicando a volta do adicional de passagens.
Outra polêmica foi a mobilização de pais e alunos para que a Escola Estadual Pio XXII não fosse fechada.

print
Comentários