A partir deste ano, a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) fará mapeamento em 10 municípios mineiros para que estes se tornem indutores do desenvolvimento turístico regional. Entre os municípios que serão analisados como destinos turísticos indutores de Minas Gerais está Formiga. As demais cidades são: São Lourenço, Caxambu, Camanducaia, Extrema, Capitólio, Alfenas, Araxá, Poços de Caldas e Santana do Riacho.
De acordo com a assessoria de comunicação do governo de Minas, o objetivo é tornar esses destinos referência para atrair turistas de todo o país, possibilitando também a distribuição do fluxo de visitas para outros municípios localizados em seu entorno.
Uma das ações do estudo é medir o grau de competitividade dos destinos, avaliando dimensões como acesso, infraestrutura geral, infraestrutura turística, meio ambiente, atividade econômica, cultura, marketing e promoção, atratividade e capacidade empresarial, dentre outros itens.
Com esse mapeamento, a Setur pretende fazer com que todos os destinos envolvidos tenham padrão de qualidade nos quesitos a serem avaliados e melhorados, o que demanda esforços dos poderes públicos municipal, estadual, federal e de parcerias com a iniciativa privada.
Conforme divulgou a assessoria de comunicação, em 2008, cinco municípios mineiros já receberam o estudo, encomendado pelo Ministério do Turismo e Sebrae Nacional: Ouro Preto, São João Del-Rei, Tiradentes, Diamantina e Belo Horizonte.
Segundo a secretária de Estado de Turismo, Érica Drumond, com a ampliação do estudo para os outros 10 municípios, serão identificadas as necessidades de cada destino, o que irá direcionar a política pública que hoje é descentralizada e com foco no desenvolvimento sustentável de todas as regiões de Minas.

Imprimir
Comentários